[Opinião] Você deve jogar Dark Souls: Remastered no Nintendo Switch. Saiba por que

[Opinião] Você deve jogar Dark Souls: Remastered no Nintendo Switch. Saiba por que

16/04/2018 1 Por Diiiih

Recentemente o site Gamespot liberou um vídeo bizarro no Youtube intitulado “Should you play Dark Souls Remastered on Nintendo Switch?” (Você deveria jogar Dark Souls Remastered no Nintendo Switch?). Em um vídeo extremamente tendencioso, forçando muito a barra e de muito mau gosto, onde o apresentador parece tentar dissuadir os possíveis compradores a NÃO comprar a versão de Switch, são citadas como desvantagens a portabilidade (oi?), alegando que este jogo não foi feito para partidas rápidas, o fato de ter compatibilidade com amiibo (hein?) – o que todos sabemos, não passa de um extra, sem influenciar em nada na jogabilidade ou história do jogo – taxa de frames por segundo e resolução. Nesta opinião, iremos listar porque você SIM, deve jogar Dark Souls Remastered no Nintendo Switch como plataforma principal.

Vamos falar sobre isto.

Para começar, é preciso dizer que, segundo informado ao site Kotaku, a versão remasterizada de Dark Souls não trará nenhum conteúdo adicional, sendo assim, as únicas novidades serão o jogo rodar em 4K nas versões de PS4 Pro, Xbox One X e PC, bem como a 60 frames por segundo nos mesmos consoles, exceto pela versão de Switch, que rodará a 30 frames por segundo e 1080p no modo Dock, e 30 frames por segundo e 720p (resolução nativa) no modo modo portátil (informações fornecidas pela Bandai Namco).

Portanto, se seu objetivo for jogar em resolução e taxa de frames maior do que as do jogo original (720p e 30fps – em teoria), você deveria simplesmente comprar a versão Prepare to Die da Steam por $19,99 dólares e aplicar o patch DSFix, que destrava a taxa de frames para 60fps e aplica diversas outras melhorias, igualando ou até mesmo ficando superior a versão remasterizada. Por que esperar maio para pagar $40 dólares a versão remasterizada nos consoles PS4/Xbox One se você pode pegar uma versão equivalente pela metade do preço atualmente, não é mesmo? Afinal, como foi dito, não haverá inclusão de novos conteúdos.

Agora vamos falar sobre a versão de Nintendo Switch.

Preço

Como já dito acima, a versão remasterizada de Dark Souls custará $40 dólares. Portanto, se seu objetivo for simplesmente jogar em resolução e taxa de frame maior, você deveria simplesmente comprar a versão Prepare to Die na Steam, mais barato, e aplicar o patch DSFix. Agora, caso queira uma experiência nova para um jogo clássico, é no Nintendo Switch onde você irá encontrar.

Desempenho

Roda em 30fps? É verdade. Mas reclamar disto chega a ser muito hipocrisia, uma vez que até antes do anúncio da versão remasterizada, a versão 720p30fps (em teoria, pois em análises como as da Digital Foundry mostravam que o jogo rodava em 15-20fps por boa parte do tempo, chegando a míseros 10fps no Xbox 360 e 12fps no PS3) era super aclamada por todos, e ninguém reclamava deste “detalhe”. Só por oferecer uma resolução melhor e taxa de frames estáveis (de acordo com a produtora), já é algo para ser aclamado. Adicione ao fato de se ter pela primeira vez uma experiência portátil para Dark Souls, e não há do que reclamar. Felizmente tenho visto diversos comentários rechaçando o vídeo da Gamespot, e pessoas afirmando que irão sim optar pela versão de Switch, coisa que se tem confirmado, ao menos de acordo com as listagens da Amazon de diversos países, onde a versão de Switch do remaster está à frente de todas as outras versões. Se as vendas reais seguirem esta tendência, não será surpresa a “pior versão” ser a mais vendida.

Online

Uma das reclamações do vídeo da Gamespot é sobre o sistema online da Nintendo. Segundo o apresentador, por algum motivo desconhecido, após entrar em vigor o sistema online pago, isto afetaria negativamente o servidor de Dark Souls Remastered. De onde saiu esta informação? Não se sabe. Mas podemos citar como exemplo as partidas online de Mario Kart 8 Deluxe, Splatoon 2 e Puyo Puyo Tetris, que funcionam perfeitamente. Não há motivos para acreditar que com Dark Souls Remastered o quadro seria diferente.

Portabilidade

Jogue Dark Souls Remastered onde quiser, como quiser, quando quiser. Agora, não há mais a necessidade de ficar preso na frente da TV para jogar. Por que comprar a versão de um jogo em que você talvez só vai ter 3 ou 4 horas por semana para jogar em casa, se você pode comprar uma versão que lhe possibilita jogar 3 ou 4 horas por dia, durante o trajeto para o trabalho/faculdade/escola/casa, ou durante viagens, enquanto espera o ônibus ou o avião? Isto sem falar que não é necessário levar um aparelho grande e pesado numa bolsa para jogar num hotel ou na casa de parentes, por exemplo.

A portabilidade, entretanto, não serve apenas para jogar fora de casa: você pode jogar deitado em sua cama, pode jogar na sala enquanto outra pessoa utiliza a TV para outra finalidade, enfim, abre um leque de opções que se encaixa perfeitamente no dia-a-dia corrido de um jovem-adulto.

Jogue Dark Souls pela primeira vez

Muitos estão migrando de outras plataformas, ou adquirindo o Switch como um segundo console, é verdade, mas também há muitos que nunca tiveram algum dos consoles onde foi vendida a versão original, então esta é uma ótima oportunidade para descobrir o mundo do jogo.

Conclusão

Chega a ser um absurdo os motivos apresentados para evitar versões de Switch que espalham pela internet. As reclamações sobre taxa de frame rate no Switch não fazem o menor sentido. Se jogos para os turbinados PS4 Pro e Xbox One X como PUBG, Destiny, Spiderman e Bloodborne rodam a “30fps” e ninguém reclama, por que toda essa crucificação para o híbrido da Nintendo? E aí, o que você pensa sobre esta situação?