[Review] Exorder

Desenvolvedora: Solid9 Studio
Publicadora: Fat Dog Games
Gênero: Estratégia
Data de lançamento: 16 de outubro de 2018
Preço na eShop (US): $12,99
Formato: Digital

Jogo de estratégia baseado em turnos, Exorder se passa em mundo de fantasia que gira em torno do reino de Cerulean. Após a morte do rei, os irmãos Beyla e Tristan precisam competir pelo trono. Depois de derrotar seu irmão e tomar o reino, Beyla se encontra sob um ataque vizinho.

Apesar de ser um jogo de estratégia, Exorder não é tão complexo. Ele tenta usar a premissa básica dos jogos da franquia Fire Emblem, mas você acaba sentindo a falta de alguns elementos de RPG como níveis nos personagens, você não poder evoluí-los, usar itens ou equipá-los com armas e armaduras.

Em Exorder você precisa passar por cada mapa cumprindo as condições dada em cada um deles (no total são 12 mapas para serem concluídos na campanha principal). Durante a jogatina você pode ocupar casas e alojamentos dos inimigos, utilizar balistas para atacar a distância, e aumentar o número de aliados no mapa usando o ouro que você ganha matando um inimigo. Para aumentar seu HP, não existem itens como poções, você deve ficar próximo de uma fortaleza ou alguma casa que foi tomada por você até o fim do turno para recuperar um pequena parte de sua vida.

Como dito acima, para aumentar sua tropa é preciso gastar o ouro que você ganha para recrutar aliados onde a seleção varia dependendo do mapa onde você está. Você pode escolher entre soldados comuns como guardas, atiradores e escudeiros, ou até mesmo um golem que explode quando é atacado e criaturas bestiais. Cada aliado possui uma diferenciação que vai de seus status a habilidades.

O decepcionante entre essas unidades é que não há uma variação entre elas no design. Além de genéricos e sem carisma, você acaba os confundindo seus com seus inimigo no mapa muitas vezes.

O jogo é bem curto, você pode concluí-lo em um dia de jogatina caso tenha paciência, mas a falta de uma boa trilha sonora e a ambientação repetitiva dos mapas, acaba deixando tudo entediante. Fora o aborrecimento que você passa ao joga-lo usando os Joy-Cons ou algum outro controle convencional – você não tem acesso ao direcional de cruz e o analógico é muito impreciso. Felizmente o jogo tem suporte a tela de toque, que recomendo jogá-lo assim caso não queria se frustar usando os controles normais.

Por fim, Exorder é um jogo de estratégia que tenta ser diferente mas acaba pecando em muitos quesitos. O jogo gráficos agradáveis e até oferece alguns extras como um modo multiplayer online, Achievements e um modo com desafios. Mas ainda assim, existem jogos melhores de estratégia que valham seus 13 dólares.

Avaliação: 5

 

*Jogo avaliado com o código fornecido gentilmente pela Fat Dog Games*