[Review] The Gardens Between

Desenvolvedora:  The Voxel Agents
Publicadora: Unties
Gênero: Puzzle
Lançamento: 20 de setembro, 2018
Preço na eShop (US):  $19.99
Formato: Digital

The Gardens Between começa mostrando um menino e uma menina em uma casa na árvore num dia de chuva e, num dado momento, uma luz surge e os dois são transportados para um outro mundo e assim, o jogo começa.

Captura de Tela 2018-10-02 às 20.11.57

O jogo tem o do gênero puzzle e em cada fase sua missão será transportar uma bola de luz (capturada em um lampião carregado pela menina) até o final de cada cenário, evitando alguns obstáculos que “roubam” essa bola de luz (nesse caso, você deverá voltar e pegar a luz novamente no ponto de origem e refazer o trajeto).

Os comandos são muito simples: com o analógico para a direita você avança ação do jogo, e para a esquerda você retrocede, como se estivesse rebobinando uma fita VHS. Com o botão “A” você realiza algumas ações no jogo, como com a menina, capturar a bola de luz, guardar o lampião em lugares específicos ou com o menino, utilizar um dispositivo que permite avançar e retroceder acontecimentos no cenário (por exemplo, uma tomada que estava desligada, pode ser ligada ao “voltar no tempo”, fazendo com que mudanças sejam feitas no cenário geral).

DoifqF4U0AI-rgg

Este é um jogo feito em Unity 3D, e graficamente falando, o jogo é muito bonito, provando que quando bem utilizada, a engine consegue entregar excelentes resultados. A arte do jogo lembra bastante um desenho animado. A ambientação lembra bastante os anos 80 e anos 90, seja pelas roupas das duas crianças, seja pelos objetos que compõe o cenário, como uma TV de tubo, um videocassete, computadores antigos, e até mesmo um console que mesmo sem estar escrito, claramente é uma referência ao Famicom (versão japonesa do NES). O visual também conta com muitos efeitos especiais, principalmente quando você está usando o “poder” do menino para voltar no tempo ou quando atinge o limite do cenário. Também é muito interessante observar as coisas acontecendo e/ou se desfazendo conforme você avança ou retrocede a ação da fase.

Captura de Tela 2018-10-02 às 20.11.41

A trilha sonora é bastante ambiente, e não chega a ter uma música, mas um som que vai acompanhando os acontecimentos, o que até casa bastante com a proposta do jogo. A dificuldade do jogo pode ser alta ou baixa. Tudo vai depender do seu grau de compreensão e análise do cenário (sim, qualquer coisa no cenário pode fazer parte da solução dos enigmas). As vezes, será preciso que você vá até (quase) o final da fase para fazer algo que irá afetar um momento no início, para então você voltar e refazer o caminho com as devidas alterações. Alguns poderão encalhar por horas num desafio, enquanto outros talvez facilmente passarão por eles sem nem notar. 

Captura de Tela 2018-10-02 às 20.12.14

Cabe aqui dizer porém, que uma vez que você conclua o jogo, talvez não haja um fator replay, uma vez que você já irá saber a resolução dos enigmas e por isso, talvez o preço cobrado seja um pouco salgado para um jogo digital. Concluindo esta análise, se você gosta de desafios que lhe façam pensar, jogos de puzzle e está em busca de uma experiência diferente das oferecidas atualmente, The Gardens Between é um prato cheio.

Avaliação: 8

 

* Jogo avaliado com o código concedido gentilmente pela Unties *