Shuntaro Furukawa explica o motivo da parceria com a Tencent para lançar o Nintendo Switch na China e fala sobre os desafios que terão

Shuntaro Furukawa explica o motivo da parceria com a Tencent para lançar o Nintendo Switch na China e fala sobre os desafios que terão

08/05/2019 0 Por

Recentemente sabemos que a Nintendo têm grandes planos de lançar seu mais novo console na China. A Tencent, uma grande empresa no país, ajudará a Nintendo fazer tudo acontecer.

Durante a parte de perguntas e respostas da última reunião de resultados financeiros da Nintendo, o presidente Shuntaro Furukawa falou mais sobre o recente anúncio. Furukawa abordou por que a empresa está se unindo à Tencent e quais serão os desafios em lançar o console na China.

Aqui está sua resposta completa:

É verdade que a Tencent Holdings Limited (“Tencent”) solicitou uma revisão do console para lançar o Nintendo Switch na China, conforme divulgado em um site da agência do governo chinês. O motivo da nossa colaboração com a Tencent é que eles detêm uma das maiores posições nos mercados de comunicação e jogos de rede da China, o que, acreditamos, nos permitirá maximizar a expansão de nossos negócios. No passado, os nossos hardwares dedicados de videogames como o Nintendo DS e o Nintendo 3DS eram vendidos na China sob a marca da nossa subsidiária consolidada, iQue (China) Ltd., mas não podemos dizer que estes foram um grande sucesso. Com isso em mente, decidimos trabalhar de perto com uma empresa local para fazer negócios na China.

Reconhecemos que o mercado chinês é vasto e atraente, mas olhando para o futuro, não esperamos que nossos negócios de videogames na China se expandam facilmente, já que nossos principais mercados de consoles de videogame, Japão, Américas e Europa foram construído ao longo de mais de 30 anos. O tempo de lançamento do Nintendo Switch na China ainda não está determinado, então nada nesta área foi incluído na previsão financeira para o
ano fiscal atual (que termina em março de 2020). No entanto, mesmo que fosse incluído, não esperávamos que isso tivesse um efeito significativo nos resultados financeiros globais para este ano fiscal.

Com tantas pessoas ao redor do mundo jogando videogame, reconhecemos que um dos desafios que devemos enfrentar no médio e longo prazo é como levamos as experiências únicas de entretenimento que a Nintendo oferece com nosso hardware e software integrados e expandimos para regiões além Japão, as Américas e a Europa. As discussões sobre a expansão na China neste momento são apenas uma parte de nossa abordagem mais ampla para lidar com uma população de jogos que está se expandindo amplamente, não apenas em nossos mercados primários atuais. Este não é um plano de curto prazo, mas algo em que queremos trabalhar continuamente ao longo de vários anos.

… A China é um mercado enorme, então as expectativas para os nossos negócios provavelmente são muito altas. A realidade, no entanto, é que o mercado de jogos chinês é quase todos os jogos mobile e jogos para PC. O mercado de plataformas de videogames dedicadas não tem sido muito grande, por isso reconhecemos que isso será um novo desafio para nós.

FONTE