Sumo Digital fala sobre por que outros porsonagem da SEGA foram descartados de Team Sonic Racing

A Sumo Digital esteve encarregada de desenvolver Team Sonic Racing para a SEGA, mas este não foi o único jogo de kart que ela fez para a empresa – Sonic & SEGA All-Stars Racing e Sonic & All-Stars Racing Transformed também foram feitos pela Sumo Digital.

Em comparação com seus últimos jogos de corrida, Team Sonic Racing não apresenta personagem fora do universo de Sonic The Hedgehog, tudo no jogo é naturalmente sobre a franquia Sonic. Isso pode ter surpreendido muitos fãs, mas em uma recente entrevista à GameSpot, o diretor de design de estúdio Derek Littlewood explicou que a mudança foi difícil, mas permitiu que a equipe “criasse um novo tipo de experiência única”.

Littlewood: A razão pela qual nós abandonamos personagens do universo não-Sonic foi para que pudéssemos mergulhar no universo Sonic com mais profundidade, e contar uma história do universo Sonic, com o nosso modo de aventura em equipe. Isso foi muito importante para nós.

Foi uma decisão difícil para nós, mas sentimos que essa era a direção certa para entrar. Porque nos permitiu criar um tipo muito novo de experiência única para a Team Sonic Racing que eu acho que as pessoas não terão com o títulos anteriores.

O designer Ben Wilson também disse o seguinte:

Como esse jogo é ambientado em um universo com personagens que já têm relacionamentos, vamos fazer um sistema de diálogo onde eles estão no caminho certo e eles estão gritando um com o outro, e eles têm familiaridade um com o outro e fazem referências à história, que não poderíamos ter feito realmente [os personagens de outras franquias estavam presentes]. Ou pelo menos, não de uma maneira tão suave. Então, vamos fazer algumas coisas adicionais também.

Littlewood disse que alguns poucos membros da equipe da Sumo Digital são “fãs oldschool da SEGA [que] estão realmente dispostos a continuar fazendo o aspecto All-Stars do jogo.” Enquanto nada “está atualmente nos planos”, Littlewood disse “é algo que gostaríamos de poder voltar. ”

FONTE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *