Intelligent Systems fala como foi dividir o desenvolvimento de Fire Emblem: Three Houses com a Koei Tecmo

Intelligent Systems fala como foi dividir o desenvolvimento de Fire Emblem: Three Houses com a Koei Tecmo

05/07/2019 0 Por

No ano passado, descobrirmos que a Intelligent Systems está trabalhando em conjunto com a Koei Tecmo em Fire Emblem: Three Houses. Apesar de estar ajudando no jogo, parece que o jogo foi feito principalmente pela Intelligent Systems.

O diretor da Nintendo, Genki Yokota, disse em entrevista com a VG247 que o sua subsidiária Intelligent Systems é a principal responsável pela trama principal, sistema de jogos, idéias e mecânica de jogo. Enquanto isso, a Koei Tecmo ajudou no lado da programação das coisas.

Toshiyuki Kusakihara, o diretor da Intelligent Systems, disse que Fire Emblem: Three Houses “não teria sido possível” sem a ajuda da Koei Tecmo. Yokota estava mais otimista, mas disse que não ter Koei Tecmo teria requerido muito mais tempo de desenvolvimento.

Kusakihara: No que diz respeito a este jogo, tenho a certeza que sem a ajuda da Koei Tecmo simplesmente não teria sido possível.

Yokota: Ou talvez fosse possível, mas demoraria muito mais tempo.

Yokota: Quando estávamos desenvolvendo Fire Emblem: Warriors, era claro que era um jogo de ação. Mas o Sr. Yosuke Hayashi, chefe da Team Ninja, foi o produtor de Fire Emblem Warriors, e ele nos apresentou a uma equipe de estratégia muito forte. Agora, estamos trabalhando com o mesmo time de jogos de estratégia muito forte em Fire Emblem: Three Houses.

Kusakihara: Em relação ao aspecto do design – a Koei Tecmo não fez muito. Foi especialmente nós da Intelligent Systems que fizemos todos os gráficos e design. Por exemplo, tivemos a ajuda de um ilustrador freelancer Kazuma Koda [Nier Automata, Bayonetta 2] e também Chinatsu Kurahara [Uta no Prince-sama], que era o designer de personagens. Minha equipe e eu estávamos encarregados de projetos como armas, monstros e outros detalhes como esse. Então, em termos de design, foi principalmente a Intelligent Systems.

Yokota: A trama principal, o sistema de jogo, todas as ideias, toda a mecânica de jogo – essa base foi decidida com a Intelligent Systems também. Então, depois de muita discussão com a Koei Tecmo, descobrimos todos os detalhes, e a Koei Tecmo ajudou na programação do jogo.

Yokota: Não podemos dizer que foi muito consciente, mas você sabe, nós sempre conversamos com o pessoal da Koei Tecmo – e alguns deles têm trabalhado com Three Kingdoms por muito, muito tempo. Em nossas discussões, talvez tenha sido uma decisão inconsciente. Nós não dissemos ‘vamos fazer uma homenagem ao Three Kingdoms’ – isso não aconteceu assim.

Kusakihara: Talvez tenha sido para nós um bom ponto de partida – para dizer bem, vamos fazer a nossa versão de três reinos com três pessoas, três países.

FONTE