[Artigo] Descubra algumas curiosidades sobre a Nintendo

[Artigo] Descubra algumas curiosidades sobre a Nintendo

13/02/2020 0 Por Diiiih

Em parceria com o nosso amigo @Rodrigo Coelho, do canal Coelho no Japão, e com o portal NerdWeek, trazemos para você um artigo repleto de curiosidades relacionadas à Nintendo que farão seu queixo cair!

Para quem preferir, pode assistir ao conteúdo no vídeo gravado pelo Coelho:

Bom, se você chegou aqui, significa que optou por ler as curiosidades em texto! Então, vamos lá!

banjo-kazooie-possivel-retorno-1210x540

BANJO-KAZOOIE

Vocês sabiam que o nome dos personagens Banjo-Kazooie foram baseados na família do ex-presidente da Nintendo, o senhor Hiroshi Yamauchi? Pois é, chocante né?

A informação foi dada pelo desenvolvedor da Playtonic, Andy Robinson. Ele descobriu isso após fazer uma viagem pro Japão. Lá, ele descobriu que Yamauchi tem um filho chamado Katsuhito e um neto chamado Banjo.

Ao juntar os dois nomes, é possível criar o nome Banjo-Katsuhi. Ao ser pronunciado em japonês, ficou mesmo a opção Banjo-Kazooie, que a gente já conhece. Esta informação ainda foi confirmada pelo criador oficial da franquia, Greg Mayles.

É… Quem diria que o nome de uma das franquias mais amadas da época do Nintendo 64 era a junção dos nomes dos netos de um dos ex-presidentes da Nintendo?

Quem diria!

E olha que os netos do Yamauchi se tornaram os maiores acionistas da Nintendo por herança, após seu falecimento.

super-smash-bros-ultimate-1149788

REGGIE SALVOU A LOGO DA NINTENDO

Agora é hora de falar dele, o ex COO e ex-presidente da Nintendo América: Regie Fils-Aimé!

Ele foi o responsável por fazer com que a Nintendo parasse de mudar a sua logo. E a informação foi dada por ele mesmo, no podcast Present Value, que tá no Spotify.

Aparentemente a Nintendo queria que o público jovem não fosse associado com a empresa. Por isso, eles decidiram mudar várias vezes a sua logo, em forma de grafite, parecendo mais séria do que o formato oval tradicional que está aí até hoje.

A Nintendo queria desassociar a sua imagem com a crescente crítica à violência dos jogos que tava rolando naquela época. Na era dos 32-bits, a Sony conseguiu superar os números de vendas com o PlayStation, para um público mais velho, batendo os números do 64.

Dá uma conferida no que o Regie disse:

Quando entrei para a Nintendo, havia uma sensação de quase vergonha que a Nintendo atraía jovens consumidores. E a equipe de marketing da Nintendo America começou a fazer coisas com o logotipo, esse logotipo clássico da Nintendo em forma oval. Eles o colocavam no estilo grafite, ou faziam coisas diferentes para tentar envelhecer o logotipo, e eu acabei com isso porque essa não é a nossa marca, e o que precisávamos fazer era, sim, atrair uma grande variedade de consumidores, mas precisávamos fazer com base no que a marca representava e não fazê-lo de alguma maneira falsa.

SI_N64_LegendOfZeldaOcarinaOfTime_image1600w

STAR FOX EM ZELDA

E a última curiosidade, por enquanto, é para os fãs de Star Fox e de Zelda!

Recentemente, speedrunners de The Legend of Zelda Ocarina of time descobriram como jogar com o modelo da Arwing, que está perdida pelos arquivos do jogo.

Há algum tempo, alguns data miners, que são aquelas pessoas que abrem os arquivos de jogos antigos de cartucho, descobriram que a nave fazia parte dos códigos do jogo Ocarina desde o seu lançamento em 98. Porém, ninguém ainda tinha conseguido fazer ele funcionar por métodos diretos, até agora.

Os speedrunners descobriram que, ao fazer muitos comandos específicos, eles conseguiam desbloquear os créditos do game, com apenas 12 minutos de gameplay. Já outros usuários descobriram que era possível colocar itens em baús, incluindo a Arwing, do nosso Star Fox!

Um vídeo foi postado no Reddit mostrando o feito, e o que chamou mais a atenção foi a nave não ser um mod, e sim algo que estava diretamente  jogo original!

Mas, se você acha que é fácil desbloquear essa nave, não é não!

A tarefa é muito difícil e poucos jogadores experientes conseguiram executar os comandos com a agilidade necessária! Mas, quem sabe alguém consegue, né?