5 Jogos Clássicos dos Anos 90 que podem ser jogados no Nintendo Switch  – #SwitchDicas

5 Jogos Clássicos dos Anos 90 que podem ser jogados no Nintendo Switch – #SwitchDicas

20/10/2020 0 Por

Você é amante de jogos retro, seja por apreciar o estilo artístico sonoro, ou pelo fator nostalgia, e possui um Nintendo Switch ou está interessado em adquirir um? Então você vai gostar deste texto!

Versão em vídeo:


Para esta lista, não foram escolhidos os jogos de NES e Super NES do Nintendo Switch Online para tentar não ser tão óbvio, já que os jogos do serviço online por si só já dariam um vídeo gigante para falar sobre cada um deles.

Também não foram escolhidos jogos desenvolvidos e/ou publicados pela Nintendo, tornando a lista inteiramente Third Party que podem ser jogados ou através de coletâneas, ou comprando o jogo individualmente na eShop.

Final Fantasy 7

E já vamos começar com o clássico dos clássicos, que marcou toda a geração do primeiro PlayStation, Final Fantasy 7!

Este jogo está cercado de histórias, pra melhor e pra pior, e há inclusive uma reviravolta impressionante no final.

Originalmente, Final Fantasy 7 estava sendo desenvolvido para o Nintendo 64, algo natural, já que os seis primeiros títulos haviam sido lançados nas plataformas da Nintendo. (por uma imagem ou vídeo do protótipo)

Porém naquela época de transição entre gerações, um fator muito importante estava entrando na moda e atraindo a preferência das produtoras. Os consoles de próxima geração estavam migrando do cartucho para o CD, que possuía até 700 megas de armazenamento cada, algo muitas vezes maior do que os cartuchos eram capaz de fornecer. Era a mídia adotada pelas principais concorrentes da época: a Sega, com seu Sega Saturn, e a então novata no ramo dos consoles Sony, com seu Playstation.

E foi justamente a decisão da Nintendo em seguir com mídia cartucho em seu console Nintendo 64 que causou o baque. Enquanto os CDs eram muito mais baratos para produzir, e a Sony possuía um tipo de acordo mais vantajoso para as desenvolvedoras third party, com a Nintendo, as desenvolvedoras deveriam pagar altos custos pela produção dos cartuchos. Isso sem falar na tamanha discrepância entre a possibilidade de armazenamento.

A ironia do destino é que, décadas mais tarde, o mesmo Final Fantasy 7 foi finalmente lançado no Nintendo Switch, uma plataforma bem, da Nintendo né. E a cereja do bolo: O jogo está sendo oferecido EM CARTUCHO, não menos, numa edição que trás junto a seqüência da série, Final Fantasy 8.

Parece que o mundo dá voltas, não é mesmo?

Mega Man X4

O próximo jogo da lista é Mega Man X 4, podendo ser encontrado dentro da coletânea Mega Man X Legacy Collection  2, ou a edição 1 + 2.

Tradicionalmente, as séries de Mega Man clássico, do 1 ao 7 e a série X do 1 ao 3, foram lançados em plataformas da Nintendo, o Nintendinho e o Super Nintendo (há também no meio do percurso um jogo para o game gear e outro para o mega drive ). Mas a série sempre teve suas raízes nas plataformas da Nintendo.

Foi então que a partir de Mega Man X 4 a série migrou para as plataformas de CD. Na verdade apenas Mega Man X 4 foi multiplataforma entre o PlayStation e o Sega Saturn, enquanto os jogos, do X5 em diante ficaram nas plataformas PlayStation, com um Spinoff aqui e outro ali em outros consoles, tipo Mega Man Xtreme 1 e 2 para o Game Boy Color , ou até mesmo títulos de mega man para o Wonderswan, aquele portátil da Bandai.

Como sabemos, posteriormente Mega Man ganhou novas sub-series, como Legends no PlayStation, e retornou às plataformas Nintendo com Mega Man Zero e Battle Network no Game Boy Advance, esta última tendo continuações também para o Nintendo DS, além de ZX e ZX advent que chegaram ao DS.

Mas voltando ao título escolhido para esta lista, que é Mega Man X4, pertencente à década de 90, tema do vídeo, o jogo finalmente foi disponibilizado no Nintendo Switch atrvés das coletâneas Mega Man X Legacy Collection 1 e 2, que foram lançadas em 2018, e estão disponíveis para compra.

Uma das coisas que mais gosto deste título em particular são as cenas de anime presentes no decorrer do gameplay, além da possibilidade de jogar com X ou Zero, algo que fazia com que diferentes cenas de anime fossem exibidas. Lembro até hoje que eu gravei todas em uma fita VHS na época para poder assisti-las sem ter que passar por todo o jogo.

Sonic The Hedgehog 2

O próximo jogo da lista é Sonic The Hedgehog 2, originalmente lançado para o mega drive. O jogo é maravilhoso, possui uma trilha sonora incrível e é considerado por muitos um dos melhores títulos do Sonic para o Mega Drive.

No Nintendo Switch, é possível adquirir o jogo através da versão Sega Ages, aquela iniciativa da Sega de lançar jogos clássicos de suas plataformas antigas no Nintendo Switch, e Sonic 2 está entre eles, e eu altamente recomendo, principalmente se você jogou Sonic Mania e gostou.

Gunbird

Prosseguindo, temos Gunbird, um jogo desenvolvido pela Psikyo, inicialmente lançado para Arcades no Japão em 1994, recebendo posteriormente versões para o Sega Saturn e o PlayStation.

Gunbird é um jogo do gênero Shoot em up em que a tela corre na vertical. Uma das coisas que mais me chama atenção neste jogo é o alto senso de humor na história. Principalmente por parte dos vilões caricatos.

Apesar de a protagonista ser a bruxa Marion, você pode escolher dentre diversos protagonistas, onde cada um irá apresentar um diferente tipo de gameplay, sendo expressado através do tipo de tiro e bombas que utilizam.  

Ainda, cada protagonista tem sua própria história, o que aumenta bastante o fator replay, que apesar de ter campanhas curtas, é bastante interessante terminar o jogo várias vezes para ver todos os finais

Também, como o título possui campanhas rápidas, é o tipo de jogo ideal para jogar um pouco enquanto espera numa fila por exemplo, dando perfeitamente tempo para concluir a aventura, que dependendo das suas habilidades, irá durar entre 15 e 20 minutos cada sessão – temos que lembrar que este era originalmente um jogo de árcade!

Enfim, você pode adquirir o jogo de duas formas no Nintendo Switch: comprando a vulso através da eShop, pagando apenas pelo título, ou comprando a coletânea disponível tanto em formato digital quando físico, publicado pela NIS America, que se chama Psikyo Shooting Stars Bravo.

A coletânea trás 6 jogos diferentes, e é ainda mais interessante para quem gosta do gênero.

Castlevania III: Dracula’s Curse

Por fim, eu não poderia deixar de citar um o jogo que faz parte de uma das minhas franquias favoritas, e eu estou falando de Castlevania III: Dracula’s Curse! Apesar de ser um título originalmente em 1989 no Nintendinho no Japão, no ocidente o jogo chegou em 1990, então ainda da pra dizer que faz parte da nossa lista de jogos dos anos 90 (risos).

Infelizmente o jogo não pode ser comprado a vulso na eShop, e faz parte da coletânea Castlevania Anniversary Collection. Mas a série é tão boa que você vai estar se fazendo um favor se comprar a coletânea, pois além de poder aproveitar o título da nossa lista, poderá aproveitar outros incríveis títulos da série, incluindo o Castlevania Bloodlines, que foi lançado para o mega drive e possui uma continuação direta no Nintendo DS, no jogo Castlevania Portrait of Ruin.

Enfim, castlevania acredito que seja uma série que dispensa apresentações, e eu tenho certeza que vocês irão se divertir muito enquanto jogam para derrotar o Dracula. Falando especificamente sobre Castlevania 3, o jogo apresentava ainda uma novidade, que era a possibilidade de tomar caminhos diferentes nas fases que levavam a fases diferentes, e apresentava também novos personagens jogáveis, uma grande novidade para a série na época. Eu como um grande fã de Castlevania que sou, mais que recomendo o título, e mais, toda a coletânea!