Japão: Jogos Third Party  do Nintendo Switch que venderam mais de 100.000 cópias

Japão: Jogos Third Party do Nintendo Switch que venderam mais de 100.000 cópias

04/07/2019 0 Por

Estamos no terceiro ano do Nintendo Switch, e neste meio tempo, muitos, muitos jogos já chegaram ao console. Quando olhamos para o cenário japonês, o suporte Third Party continua a aumentar a cada dia, com cada vez mais pequenas e médias desenvolvedoras assumindo suporte ao console da Nintendo.

Acontece que a grande maioria destes jogos são de nicho e possuem uma pequena (porém ativa) base ativa no mercado, algo que já vinha desde o Nintendo 3DS e PS Vita, que agora migrou para o Nintendo Switch. Estes jogos, quando localizados para o ocidente, tendem a vender excepcionalmente bem, vide YS VIII para Switch, que no ocidente vendeu mais que as versões de PS4 e Vita, SOMADOS, mas no Japão o jogo vendeu pouco mais de 10 mil cópias em seu primeiro mês no mercado.

Então, como está o desempenho das Third Party no Switch? Confira abaixo os jogos que venderam mais de 100 mil cópias até agora:

Nome – Primeira Semana / Vendas Atuais – Publisher – Data de lançamento

  1. Minecraft: Nintendo Switch Edition – 66.050 / 822.890 – Microsoft 12/05/2017
  2. Taiko no Tatsujin: Drum ‘N’ Fun! – 66.908 / 344.161 – Bandai Namco 19/07/2018
  3. Monster Hunter Generations Ultimate – 94.973 / 282.338 – Capcom 25/08/2017
  4. Dragon Quest Builders 2 – 127.404 / 269.130 – Square Enix 20/12/2018
  5. Octopath Traveler 109.579 / 193.780 – Square Enix 13/07/2018
  6. Yo-kai Watch 4 150.721 / 191.097 – Level 5 20/06/2019
  7. Dragon Ball: Xenoverse 2 for Nintendo Switch 23.011 / 181.090 – Bandai Namco 06/09/2017
  8. Super Bomberman R 39.609 / 179.605 Konami – 03/03/2017
  9. Super Dragon Ball Heroes: World Mission 70.990 / 123.963 – Bandai Namco 04/04/2019
  10. FIFA 18 12.896 / 122.998 Electronic Arts – 29/09/2017
  11. Pro Baseball Famista Evolution 36.550 / 110.954 – Bandai Namco 02/08/2018
  12. The Snack World: TreJarers Gold 36.757 / 109.955 – Level 5 12/04/2018

Ao analisar a lista, a primeira coisa que notamos é que o jogo Third Party mais vendido não é japonês. Trata-se de Minecraft, da Microsoft.

Seguindo, temos a Square Enix, que representa um dos maiores suportes japoneses ao console: Já foi lançado Octopath Traveler, que só não vendeu mais pois houve problemas de escassez da mídia física no lançamento (talvez a Square Enix não confiasse tanto no potencial de vendas do jogo, uma oportunidade perdida). Ainda, a Square Enix já lançou Dragon Quest Builders 2, vendendo mais no Switch por uma boa margem, e está para lançar grandes jogos, como Dragon Quest XI S e Trials of Mana Remake.
A Capcom, apesar de ter um port de Monster Hunter que se saiu bem no console, continua a oferecer um suporte pobre, apenas com ports tardios ou de jogos da geração passada, com seus lançamentos de destaque (Mega Man 11 e Ace Attorney Trilogy) não tendo um bom desempenho no Japão.
Então temos a Konami, que apesar de mal lançar jogos para consoles atualmente, conseguiu emplacar Super Bomberman R na lista e está para entrar na mesma com Power Pro, lançado na semana passada, sendo que poderia ter outros títulos na lista, como Yu-Gi-Oh!, que só não aparece por o jogo ser apenas digital no Japão. Ainda, um novo título de Contra está para ser lançado em setembro.

A Bandai Namco teve claro sucesso na plataforma, especialmente com os jogos da série Dragon Ball. Mesmo assim, de forma inimaginável a publisher continua a ignorar o Switch com seus jogos atuais, apostando nas compras duplas com lançamentos tardios.

A Level 5 demorou para começar a lançar jogos na plataforma, mas ao começar, já emplacou dois jogos: The Snack World e Yo-Kai Watch 4.

Então temos a EA com um desempenho surpreendente de FIFA, que geralmente não vende bem nas plataformas Nintendo no Japão, mas que conseguiu um excelente desempenho com FIFA 18, podendo emplacar ainda FIFA 19 antes da chegada de FIFA 20.

 

Fonte