Desenvolvedores relatam que a Nintendo está bem mais aberta em ter jogos maduros no Switch

Desenvolvedores relatam que a Nintendo está bem mais aberta em ter jogos maduros no Switch

15/10/2017 0 Por

Em um artigo feito pela a The Wall Street Journal diz como a Nintendo está aberta para receber jogos maduros em seu novo console na tentativa de mudar a imagem de que a empresa só desenvolve jogos para a família.

A Nintendo tem incentivado alguns produtores de games violentos e de apelo ao publico mais adulto a trazerem seus títulos para o Nintendo Switch. A intenção seria principalmente para mudar a visão do publico que a ver como uma produtora de jogos mais família, disseram alguns desenvolvedores de softwares.

Atualmente o Switch possui jogos como Nights of Azure 2: Bribe of the New Moon que é um RPG com personagens femininos com apelo de personagens levemente vestidas; Shinobi Refle: Senran Kagura, que está atualmente em desenvolvimento. Jogo de uma série famosa no Japão com alvo principalmente o mercado japonês. No jogo, os jogadores terão a liberdade de interagir com personagens do universo de Senran Kagura e fazer “massagens” em jovens garotas. E também tamos DOOM, jogo ocidental de Shooter com bastante ação e sangue.

Os desenvolvedores dizem que mais títulos que atingem o publico adulto estão chegando para o Switch. Isso após a Nintendo os encorajarem de publicar uma ampla gama de seus jogos para o console.

senran-kagura-6-656x369.jpg

A Inti Creates, que já traz há algum tempo jogos para plataformas da Nintendo, havia revelado no mês passado que Gal*Gun 2 sairia para o Switch no início do próximo ano no Japão e no ocidente. A empresa já lançou outros títulos da franquia nas plataformas PlayStation e XBox. No jogo, você controla uma personagem feminina onde ela juntamente com uma arma especial ataca outras garotas usando tiros de feromônios. Gal*Gun 2 será o primeiro título da série a chegar em uma plataforma Nintendo.

Gal-Gun-Double-Peace-3.jpg

Takuya Aizu, diretor executivo da Inti Creates, disse que de início achava que a Nintendo não estaria interessada neste tipo de jogo, mas ao conversar com a empresa, congratulou-se com a idéia de trazê-lo para o Switch. “Eu pensei que não seria possível lançar esse jogo para o Switch, mas surpreendentemente, a Nintendo me deu feedback positivo”, disse Aizu.

Outros desenvolvedoras descreveram uma mensagem semelhante. Um executivo em um desenvolvedor externo disse que, quando se tratava de títulos violentos, a Nintendo “era passiva até agora, mas essa não é mais a palavra certa para descrever sua posição hoje”.

A Nintendo disse que os jogos para seus consoles abrangiam uma variedade de estilos de jogo, gêneros e classificações. “Tal como acontece com livros, televisão e filmes, diferentes conteúdos são destinados a públicos diferentes”, afirmou a empresa.

Em uma apresentação para o Switch em janeiro, o local foi envolvido em uma atmosfera de boate. Shinya Takahashi, um executivo da Nintendo, disse ao The Wall Street Journal no momento em que o objetivo era atrair jogadores de jogos adultos no ocidente.

DMM.com Group, uma empresa japonesa cujos produtos incluem jogos para smartphones e computadores, disse que escolheu o Switch para lançar seu primeiro jogo de console, Gal Metal. O jogo, para todas as idades, é sobre uma escola secundária de Banda de meninas lutando contra extraterrestres com performances de heavy metal.

A Nintendo abriu sua janela para mais desenvolvedores, e tornou-se muito gentil para empresas novas nas plataformas da Nintendo”, disse Takayuki Fujii, produtor da Gal Metal.

Ainda é muito cedo para dizer se os esforços estão pagando. A versão de Nintendo Switch de Nights of Azure 2: Bribe of the New Moon vendeu 6,177 cópias no Japão a partir de 8 de outubro desde que foi lançado no final de agosto, de acordo com a Famitsu. O lançamento dos EUA está bem perto, com data para o dia 24 de outubro.

Um funcionário da Koei Tecmo, desenvolvedor do jogo, descreveu as vendas para a versão de Switch como “não é ruim”, embora as vendas sejam maiores para a versão PlayStation 4 porque mais pessoas possuem essa máquina no Japão.

A Mantanweb também compartilhou uma citação do CEO da GzBrain, Hirokazu Hamamura, e foi formalmente associada à Famitsu. Hamamura diz que os desenvolvedores estavam esperando para ver como o Switch venderia e agora começou a trabalhar em jogos para o console. Ele acredita que vamos começar a ver mais títulos dessas empresas em 2019 ou antes.

Fonte 1, Fonte 2, Fonte 3