Dragon Ball: Xenoverse 2 para Nintendo Switch está prestes a ultrapassar as vendas totais da versão de PlayStation 4 no Japão.

Dragon Ball: Xenoverse 2 para Nintendo Switch está prestes a ultrapassar as vendas totais da versão de PlayStation 4 no Japão.

30/12/2017 0 Por

Lançado para Switch 10 meses após originalmente sair para PlayStation 4 no Japão, Dragon Ball: Xenoverse 2 se provou um “sleeper hit” no Japão. Ou seja, um jogo que vendeu constantemente de forma silenciosa até então.

Em sua primeira semana no PS4, Dragon Ball: Xenoverse 2 vendeu 66.035 unidades, de acordo com o Mediacreate, totalizando 108.227 unidades ao final de seu ciclo. Neste ano, no dia 22 de novembro, uma versão Deluxe do mesmo jogo foi lançado, vendendo mais 4.216 unidades na plataforma da Sony.

Já no Nintendo Switch, este foi um lançamento que não era levado tão a sério pelos fãs, por ser um port tardio do jogo. Entretanto, lançado no dia 07 de setembro de 2017, o jogo praticamente esgotou seu primeiro envio logo na primeira semana, movendo 24.045 unidades e ultrapassando as expectativas da Bandai Namco. O jogo então teve extraordinário desempenho na eshop e novos carregamentos chegaram às lojas ao final de setembro.

A surpresa não para por aí. Dragon Ball: Xenoverse 2 para Switch por diversas vezes aparecia e sumia do top 20 de jogos semanais mais vendidos, sempre somando entre 2.000 e 6.000 unidades a cada semana.

Foi então que algo incrível aconteceu: nesta semana de natal, o jogo vendeu 15.916 unidades, totalizando até agora 89.161 unidades vendidas, de acordo com o Mediacreate.

Sendo assim, o jogo entra em contagem regressiva para ultrapassar as vendas de sua versão original no PlayStation 4, se dando ao luxo de ultrapassar também os números somados à versão Deluxe para a plataforma da Sony.

No cenário mundial, a Bandai Namco comemorou a venda de mais de 400 mil unidades do jogo, número esse que obviamente já está muito acima, embora não tenhamos ainda nenhum dado oficial para confirmar.

Nada mal para um port tardio e desacreditado pelos fãs hein?

 

Fonte