Digital Foundry: Análise técnica de Super Mario 3D All-Stars

Digital Foundry: Análise técnica de Super Mario 3D All-Stars

17/09/2020 0 Por CellyDiva

A Digital Foundry já obteve sua cópia antecipada de Super Mario 3D All-Stars e trouxe para nós uma análise da coletânea do ponto de vista técnico. Se está interessado em saber como os jogos clássicos 3D do Mario se compartam no Nintendo Switch, deixaremos os principais pontos da análise abaixo:

Geral

  • Todos os três jogos dependem de emulação
  • Quaisquer alterações / aprimoramentos injetados no emulador
  • Depende da API Vulcan

Super Mario 64

  • Resolução 720p na Dock e Portátil
  • Todas as fontes e arte da HUD redesenhadas em resolução mais alta
  • Latência de entrada mantida no mínimo, uma grande melhoria em relação ao lançamento do Virtual Console do Wii U
  • Algumas texturas atualizadas
  • Usa filtragem de textura de 4 pontos, que afeta o padrão de filtro nas texturas
  • Sem anti-aliasing
  • 30 quadros por segundo
  • Problemas moderados de ritmo de quadro
  • Ligeira latência de áudio
  • Som levemente abafado

Super Mario Sunshine

  • 1080p na Dock
  • proporção de aspecto de 16 × 9
  • IU recriada no Switch em resolução mais alta
  • Texturas mais nítidas
  • Melhor qualidade de cenas
  • Os reflexos parecem mais nítidos
  • 30 quadros por segundo

Super Mario Galaxy

  • Alcança até 1080p na Dock
  • Escala de resolução com base no que está acontecendo na tela
  • 60 quadros por segundo
  • Recursos de resolução mais alta para menus, elementos HUD
  • Sequências de vídeo renderizadas em resolução mais alta
  • Certos efeitos têm faixas de cores significativas