Pathea Games anuncia My Time at Sandrock, a sequência de My Time at Portia para o Nintendo Switch

Pathea Games anuncia My Time at Sandrock, a sequência de My Time at Portia para o Nintendo Switch

26/10/2020 0 Por NintendoBoy Editor-Chefe

APathea Games anunciou My Time at Sandrock, uma sequência do jogo de simulação e RPG My Time at Portia lançado em janeiro de 2019. O novo título está em desenvolvimento com previsão de lançamento para meados de 2022 no Nintendo Switch, PlayStation 5, PlayStation 4, Xbox Series, Xbox One e PC através das plataformas Steam, GOG e Epic Games Store. A versão de Steam entrará em Early Access em março de 2021.

Juntamente ao anúncio a Pathea Games abriu um campanha no Kickstarter buscando $ 100.000 em financiamento. De acordo com a desenvolvedora, “há alguns recursos que realmente queremos fazer bem desta vez, e qualquer financiamento extra ajudaria muito para garantir isso”. Isso inclui um modo multiplayer e a auto-publicação do título.

Quando começamos a trabalhar em Sandrock , era para ser um conteúdo adicional para download ao My Time at Portia Mas à medida que nos aprofundamos na produção de jogos, percebemos que, para expressar totalmente a história de Sandrock , precisávamos começar do zero. Precisávamos de melhores gráficos, melhor otimização, mais história e sistemas de jogo mais satisfatórios: basicamente, precisávamos de melhores valores de produção em todo o tabuleiro. Além disso, queríamos realmente incluir uma forma de multijogador que realmente atendesse às expectativas dos nossos jogadores, e a estrutura de programação de My Time at Portia simplesmente não suportava isso.

Portanto, definimos algumas metas. Primeiro, Sandrock terá um pathos semelhante ao My Time at Portia, mas oferece uma experiência completamente nova com novos tipos de jogabilidade. Ainda estamos buscando um tipo de mundo inspirado em Miyazaki, mas com algumas outras surpresas… Em segundo lugar, queríamos que o arco geral da história fosse mais satisfatório, mas também com mais foco em cada NPC individual. Terceiro, teremos um RPG dedicado para um jogador e um modo especial onde amigos ou estranhos podem jogar juntos. Quarto, otimize-o e torne-o o mais livre de bugs possível (aprendemos muitas lições com Portia). Quinto, certifique-se de que o som e a voz neste jogo estejam de acordo com o padrão. Por fim, faremos a auto-publicaçãopara os consoles para que possamos garantir que todo o conteúdo seja consistente em todas as plataformas.