RetroBoy | The Legendary Starfy

RetroBoy | The Legendary Starfy

03/11/2020 0 Por

Você já ouviu falar na série Densetsu no Starfy, ou, The Legendary Starfy, como o jogo ficou conhecido aqui no ocidente? Esta é mais uma franquia esquecida da Nintendo que vamos tirar um tempinho para falar sobre!

Vamos?

The Legendary Starfy, ou Densetsu no Stafy, em japonês, é uma série desenvolvida pela Tose e publicada pela Nintendo. 

A série começou em 2002 com o primeiro jogo, Densetsu no Stafy, sendo lançado para o Game Boy Advance, e ganhando quatro sequências.

Por sete anos a franquia ficou exclusiva do Japão e só foi chegar ao ocidente com o quinto título lançado apenas com o nome “The Legendary Starfy”, para o Nintendo DS em 08 de junho de 2009. 

Trailer do primeiro jogo para o Game Boy Advance

O gameplay do jogo é um bocado simples: Starfy pode correr, pular e atacar com spinning. Durante a aventura também é possível ganhar diversos objetos de transporte e animais que ajudam no jogo.

Cada jogo normalmente consiste em múltiplas estágios, ou mundos, com cada estágio se dividindo em atéquatro sub-fase. Um boss se encontra no na sub-fase final de cada mundo.

A maioria dos objetivos das sub-fases é recuperar um item perdido ou roubado por outro personagem. A principal tarefa será encontrar personagens e seus itens perdidos. 

O primeiro jogo começa com Starfy voltando para sua casa, Pufftop Palace, até que ele deixa cair algumas coisas pelo caminho. Uma dessas coisas cai no oceano, um jarro mágico, sendo um objeto que selava o antagonista do jogo, conhecido como Ogura.

Enquanto isso, uma severa tempestade de raios e dois tornados jogam Starfy no oceano, bem longe de sua casa. Após isso, o velho Lobber encontra Starfy e conta sobre o jarro mágico e Ogura.

Enquanto Starfy volta para casa ele encontra personagens que não conhecia antes e decide ajudar em seus problemas, encontrando itens perdidos e derrotando inimigos, até que Starfy e seus amigos lutam contra Ogura para o trancar novamente no jarro mágico e restaurar a paz.

Os jogos seguintes são continuações diretas um do outro, e têm uma história até complexa, com diversos personagens, apesar da aparência simples e fofinha do jogo, que a primeira vista você nem imagina!

O desenvolvimento

A história do desenvolvimento do jogo é bem interessante! 

Em novembro de 1995, o produtor da Nintendo Hitoshi Yamagami recebeu uma mensagem do produtor da Tose, Yasuhiro Minamimoto, perguntando se poderiam desenvolver um jogo de plataforma. Seis depois, Hitoshi imaginou um personagem que seria jogado num labirinto. Eles desenvolveram um jogo com um personagem baseado num balão, mas Hitoshi e Yasuhiro estavam tendo dificuldades em mover o balão da forma que queriam, tornando o projeto desinteressante e irritante em suas opiniões. Hitoshi perguntou se eles poderiam controlar o personagem, ao invés de simplesmente ficar empurrando por aí.

Foi então que Hitoshi e Yasuhiro decidiram que um personagem baseado em água seria uma boa ideia. Eles pensaram num personagem que se encaixasse com o ambiente, talvez uma medusa ou uma estrela do mar. Foi então que o projeto mudou de direção. Após um período de dificuldades, em março de 1998 o projeto começou a gerar frutos.

Trailer para a versão cancelada de Densetsu no Starfy exibida no Space World 2000

Mais tarde em 1998, Hitoshi e Yasuhiro iniciaram um processo de mudança do Game Boy, aquele monocromático, para o Game Boy Color, cumprindo ordens da Nintendo, então o projeto teve que ser repaginado.

O trabalho durou até 1999, quando o jogo estava se aproximando do lançamento. Nesse momento, os produtores ficaram sabendo que o Game Boy Advance seria lançado em breve e o Game Boy Color se tornaria obsoleto rapidamente, fazendo com que todos cancelassem seus projetos de Game Boy Color.

Após um período de reflexão, os produtores retomaram o desenvolvimento do jogo. Diversas coisas como o logo oficial, artworks e alguns nomes foram mudados por razões desconhecidas. O protagonista da série, Starfy, originalmente seria uma estrela do mar, mas durante o período de desenvolvimento algumas mudanças ocorreram e ele passou a ser uma estrela que cai do céu, então uma das questões que Hitoshi se perguntava era “Starfy é uma estrela do mar ou do céu?”, e a política da empresa era não responder a esta resposta. A resposta de Hitoshi então passou a ser simplesmente “Starfy é o Principe de Pufftop”.

Após todas as mudanças e dificuldades, Densetsu no Starfy finalmente foi lançado no dia 06 de setembro de 2002. 

A partir deste momento, os jogos seguintes foram desenvolvidos rapidamente. Densetsu no Starfy 2 foi 05 de setembro de 2003, portanto 1 ano após o lançamento o do primeiro jogo.

Densetsu no Starfy 3 chegou no dia 05 de agosto de 2004, menos de 1 ano após o lançamento do segundo título.

Já Densetsu no Starfy 4 demorou um pouco para ser lançado, chegando no dia 13 de abril de 2006. Neste período, houve a transição do Game Boy Advance para o Nintendo DS. Densetsu no Starfy 4 ainda era um jogo de plataforma 2D, mas agora possuía cenários renderizados em 3D

Por fim, Densetsu no Stafī: Taiketsu! Daīru Kaizokudan foi lançado em 10 de julho de 2008, sendo mais dois anos de intervalo após o lançamento do jogo anterior. Este foi o primeiro – e único até agora – título da série a ser lançado no ocidente, chegando no dia 08 de junho de 2009 na América do Norte.

A razão para a série nunca ter saído do Japão até então é porque a Nintendo da América achava o jogo “muito japonês” para o público norte americano. Para este título, foi condensado ideias de todos os títulos anteriores, o tornando mais acessível ao público americano, de acordo com Yurie Hattori, o diretor assistente do jogo.

Aparição em outras mídias: Mangas

Além da série de jogos, foi também publicado uma série de Mangás entitulado Densetsu no Stafy, produzidos pela Shogakukan e pela Nintendo baseados especificamente nos dois primeiros jogos da série. Os capítulos foram publicados na revista CoroCoro desde junho de 2002 até outubro de 2005, compilando dois volumes complestos.

Posteriormente, foi feita uma sequência entitulada Densetsu no Stafy R, desta vez baseado no quarto título da série de jogos. Os capítulos foram produzidos de abril de 2006 até abril de 2008 e foram publicados também na revista CoroCoro, sendo coletados para compilar 1 volume completo, que foi lançado em 28 de julho de 2008.

Aparição em outros jogos

Enquanto isso, o personagem Starfy pode ser encontrado em alguns outros populares jogos da Nintendo, apesar de apenas 1 título ter sido lançado no ocidente. Em Mario & Luigi: SuperStar Saga para o Game Boy Advance é possível ver em um pôster no teatro Yoshi a arte da capa do primeiro jogo da série, mas com o título em inglês “Legendo of Stafy”.

Em Super Princess Peach, para o Nintendo DS, existe um inimigo chamado Starfish, que lembra os sprites de Starfy utilizados em Densetsu no Stafy 4 e em The Legendary Starfy, mas utilizando óculos de sol.

Na versão japonesa de Donkey Konga, uma das músicas é o tema principal da série Densetsu no Stafy.

Starfy também aparece em Super Smash Bros para o 3DS, Wii U, e em Ultimate.

Por fim, em Super Mario Maker o personagem se tornou uma roupa desbloqueável, e tem ate sua própria fase.

Conclusão

E é isso! The Legendary Starfy, ou Densetsu no Stafy é uma série um tanto obscura no ocidente, apesar de possuir ao todo cinco títulos, duas séries em mangá e do personagem aparecer em outros jogos da Nitnendo!

Sobre uma possível continuação, é meio improvável que aconteça, mas nunca se sabe, principalmente com todo o sucesso que o Switch tem feito!