[Review] She Remembered Caterpillars

Desenvolvedora: Jumpsuit entertainment UG
Publicadora: Ysbryd Games
Gênero: Puzzle
Data de lançamento: 28 de março de 2019
Preço na eShop (US): $11,99
Formato: Digital

She Remembered Caterpillars é um carismático, misterioso e colorido jogo de puzzle que se passa em um mundo distorcido habitado por lagartas coloridas chamadas gemmies. Guie as Mimigas para suas respectivas plataformas e avance para o próximo nível. O jogo exige um pouco de raciocínio para resolver os quebra-cabeça, mas garanto que é fácil de entender a mecânica.

História

Em muitos jogos é comum que você seja introduzido naquele mundo e saiba o básico do que está acontecendo para traçar um objetivo. Em She Remembered Caterpillars, você não conhece nada que está ali, ele não te diz de cara sobre o que é aquele mundo e o que você está fazendo nele. À medida que você avança, pequenos textos vão surgindo na tela contando uma história cheio de metáforas sobre a vida no início ao fim. Se perder alguma, o texto estará disponível a partir da tela de seleção de fases.

Confesso que fiquei bem confusa pois a maioria das coisas escritas não faziam nenhum sentido em relação a premissa do jogo. Mas você ainda consegue aproveita-lo sem a necessidade de saber a história dele.

Jogabilidade

Aqui certamente é o ponto forte do jogo. Basicamente, você terá que mover as Mimigas até suas plataformas, porém, há caminhos feitos por lagartas coloridas onde sua Mimigas não poderá passar caso a cor dela não for correspondente a cor da lagarta. Fácil, não? Ainda assim a dificuldade vai aumentando gradativamente conforme vai avançando de nível. Novos obstáculos surgirão, além de novas cores de Mimigas para administrar, e você terá que interpretar como cada nível se relaciona com elas.

Existe uma mecânica interessante onde você ganha imunidade com as lagartas e tentáculos, essa mecânica é fusão entre Mimigas – funda uma Mimigas com a outra e ganhe uma nova cor que te ajudará a resolver puzzles em situações mais complexas. De início você será introduzido à Mimigas das cores azul e vermelha. Ao fundi-las você ganhará uma Mimigas da cor roxa. Essa Mimigas pode atravessar ponte de lagartas das cores respectivas as suas Mimigas fundidas. Mais tarde, outras cores de Mimigas irão aparecer e as junte, é relativamente fácil e possível de separa-las.

She Remembered Caterpillars tem controles muito simples, é fácil de entender como funciona as coisas desde o início. Mas prepare-se pois ele não é tão fácil como aparenta ser de início, o que você joga nas primeiras fases estão mais para um introdução. Você terá que usar a cabeça para resolver situações que parecem ser impossíveis. O jogo acaba muitas vezes proporcionando muita frustração, o que não acho um defeito, um jogo de quebra-cabeça deve ser assim por obrigação.

Gráficos e Música

Sobre o estilo gráfico do jogo, não há nem o que questionar, simplesmente maravilhoso visualmente. Não tenho certeza se foi mas ao meu ver parece que a ambientação foi toda desenha a mão. Os objetos, as lagartas, as próprias Mimigas que você controla contam com movimentação fluidas. É notável o capricho que tiveram com o jogo.

Sobre o som no geral, a música de background tenta passar um ar de tranquilidade, como se aquele mundo fosse totalmente pacífico. Não é um dos pontos fortes do jogo, mas foi uma boa escolha. Os criadores se preocuparam também em colocar som até nos personagens do jogo. Há som em suas movimentações, na dos objetos, das lagartas e das Mimigas, são detalhes mínimos que nem faria diferença na experiência do jogador mas que está lá por puro capricho. Isso é algo que valorizo muito num jogo.

Conclusão

She Remembered Cartepillars é competente ao oferecer um bom jogo de quebra-cabeça, ele deixa o jogador a vontade e o prepara aos poucos para maiores desafios. Todos os puzzles apresentados são muito bem montados e testa de verdade a paciência do jogador e o incentiva a pensar. O método de usar cores para resolver o quebra-cabeça o torna especial e único, certamente um jogo colorido e cheio de charme.

A história deixa muito a desejar e é muito confusa, mas é dispensável se tudo que você quer é passar uma horinha a toa resolvendo puzzles deitado na cama ou no sofá. No fim, é um bom jogo que mesmo com poucas horas de gameplay, cumpre seu papel de ser interessante, divertido e desafiador.

Avaliação: 8/10

https://youtu.be/NwlcLC3wFkY

*Jogo avaliado no Nintendo Switch com o código fornecido gentilmente pela Ysbryd Games*

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *