[Review] Lapis x Labyrinth

<

p style=”text-align: left;”>Desenvolvedora: Nippon Ichi Software
Publicadora: NIS America
Gênero: Plataforma, Ação
Data de lançamento: 28 de maio, 2019
Preço na eShop: US $ 29,99
Formato: Mídia Física / Digital

Lapis x Labyrinth é um de plataforma e ação side scrolling com elementos de RPG desenvolvido pela Nippon Icchi Software e publicado pela sua subsidiária NIS America no Ocidente. No jogo, você deve formar uma equipe de quatro aventureiros das mais variadas classes e desbravar dungeons em busca de tesouros. O jogo possui uma ambientação agradável, com personagens “kawaii” e tem seu maior foco na gameplay com uma ação frenética.

Monte sua equipe de aventureiros, cada um com uma classe específica, nas quais já estamos acostumados a ver na maioria dos jogos de RPG – hunter, necromancer, shielder, maid, witch, destroyer, bishop e gunner. Você pode ter até 4 aventureiros na sua party já contando com o personagem que escolhido no início do jogo. Agora cabe a você explorar todas dungeons, que são divididas em missões, e correr atrás de riquezas para o seu vilarejo

Gameplay

As dungeons são o ponto principal na gameplay. Elas são como uma espécie de labirinto, não há minimapa e nem setas para te guiar ao lugar correto. Tudo com intuito de fazer você se perder. E para piorar, você terá que cumprir seu objetivo em cinco minutos contados na tela – isso significa que terá que explorar e tentar passar da fase rapidamente. Destrua os cristais roxos para liberar passagens até chegar em seu ponto de conclusão, mas não antes de enfrentar hordas e mais hordas de monstros que tornará a tarefa um pouco mais difícil (isso de início). Após derrotar o boss, a dungeon estará concluída e você receberá suas recompensas.

Os aventureiros que você lidera ficam empilhados um em cima do do outro, podendo o líder da party com apenas um botão e de forma instantânea, o que facilita em certas situações como: mudar para um personagem que ataca a distância, ou mudar seu personagem atual com HP baixo para um outro com HP cheio, além de poderem ser atirados nos inimigos para atacar e ativar ataques especiais, ou aumentar a distância dos pulos.

Durante as batalhas, as passagens são fechadas e hordas de monstros irão aparecer. Tudo aqui ficará confuso e frenético ao mesmo tempo. Faça combos e combine ataques entre sua equipe para derrotar os monstros o mais rápido possível para avançar. Na batalha pode ser ativado o modo “Ferver”, onde durante um curto período de tempo seus personagens ficam literalmente invencíveis. Nesta parte tudo fica ainda mais confuso, com pedras coloridas voando por todo o cenário. Mas confesso que apesar de achar uma mecânica bem injusta para a gameplay em si, é uma das partes mais divertidas durante a batalha, principalmente quando se está em um momento sufocante contra o boss.

Lapis x Labyrinth também possui uma ampla gama de equipamentos que você pode adquirir. Você pode obter seus equipamentos nas dungeons após completa-lá, e a quantidade de baús que você pode abrir no final para pegá-los varia de sua performance na dungeon. Cada equipamento tem diferentes habilidades que vai de aumentar o ataque de seu aventureiro contra monstros específicos, a adicionar efeitos como paralisar, envenenar e etc. Manter seus personagens devidamente equipados é essencial para sua exploração na dungeon, caso contrário, você terá um pouco de trabalho quando entrar em batalha com hordas de monstros e até mesmo com o boss.

Visuais

O jogo chama bastante atenção pelos visuais dos personagens, além de seu background que lembra muito com o clássico MapleStory. Na verdade, o jogo tem muita similaridade com MapleStory, não só o background, mas como o visual dos personagens durante a gameplay, o modo explorar e das batalhas com hordas de monstros andando pela tela, bem como a maneira que espalhamos os ataques especiais. É claro que Lapis x Labyrinth tem sua identidade e coisas que o tornam único, mas eu não colocaria essa questão de se parecer com um outro jogo algo ruim.

Infelizmente, muito do que vemos no jogo em questão de design e estilo das fases são limitados. Tudo parece se repetir, não só os monstros, mas os cenários das fases em si, quando já está bem avançados você acaba percebendo que já viu muito daquilo em fases anteriores.

Geral

Lapis x Labyrinth é um jogo que parece ser promissor vendo de início, mas acaba não explorando muito coisa. Apesar no capricho nos visuais, ele deixa a desejar em seu background que é levemente parecido com as dungeons que você já passou, bem como a repetição de vários monstros mesmo quando está avançando. Além disso, enfrentar hordas de monstros durante a batalha acaba não sendo tão divertido. Muitas das vezes me vi espamando botões em vez de focar nos combos, pois no meio de monstros lhe atacando de um lado e de outro as vezes é quase impossível realizá-los.

O modo Fever, que deixa sua equipe invencível enquanto pedras coloridas se espalham pelo cenário, é de longe uma das coisas mais divertidas do jogo. A variedade de equipamentos disponíveis para cada personagem, bem como seus efeitos que fazem muita diferença durante a batalha, também é um dos pontos altos do jogo. Mas no geral, é um jogo que cumpre com sua proposta: você consegue se divertir jogando, mas que poderia ser muito mais bem trabalhado.

Prós Contras
Visual agradável Cenários e monstros repetitivos
Variedade de personagens Gameplay enjoativa
Modo Ferver deixa a batalha mais divertida

Avaliação: 6

Jogo avaliado no Nintendo Switch com o código fornecido gentilmente pela NIS America

1 – Melhor vomitar do que jogar isso
3 – Vai fazer outra coisa.
5 – Só jogue se você for MUITO fã mesmo…
6 – Jogo legal pra se distrair.
8 – jogo bom, vale bem seu tempo e dinheiro!
9 – Jogo excelente que vai deixar uma marca em você!
10- Agulha no palheiro! Todo gamer precisa jogar essa gema maravilhosa!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *