[Review] 3rd Eye

Desenvolvedora: 3rd eye project
Publicadora: Unties
Gênero: Horror, exploração
Data de lançamento: 30 de setembro, 2019
Preço na Steam: R$ 28,99
Formato: Digital

3rd eye é um jogo de horror psicológico de exploração focado em desvendar os desafios e mistérios com o seu “terceiro olho” para alternar entre o mundo real e “mental”, lembrando muito o jogo indie Fran Bow. O jogo conta o passado de Koishi Komeiji, personagem da série Tohou com uma jogabilidade totalmente diferente dos outros jogos da serie.

O jogo

Para falar a verdade ele é extremamente simples e se resume em falar com os personagens e resolver alguns enigmas que não chegam a ser tão complicados e sem sentido quanto os da série Deponia (franquia point and click da Daedalic Entertainment). O verdadeiro potencial do jogo está nas conversas que podem variar bastante de acordo com a condição física e mental, que pode revelar a verdadeira natureza do personagem. A interpretação do jogador e sua imaginação também podem ser importantes para ajudar a enriquecer a experiência. Os diálogos não são vazios a ponto de fazer o jogador querer rushar, e o fazem mergulhar nos mistérios.

Review-3rd-Eye-jogo

As informações sempre são meio dispersas, dadas em fragmentos, sempre mantendo o mistério sobre o que aconteceu no passado e o que está acontecendo no momento. A medida que o jogo avança as coisas vão ficando mais insanas e sem explicações.

A única preocupação que se deve ter ao jogar é com o terceiro olho que possuiu um limite de tempo que pode ficar ativado. Ele deve ser curado com colírios espalhados pelo mapa, mas acho que essa mecânica é mera formalidade porque é possível progredir sem gastar muitos colírios se for usado com moderação.

Gráficos

Embora a série Tohou tenha o estilo de anime em sua predominância, o 3rd Eye conseguiu fugir dele e criar algo com estilo único e bonito. Um estilo mais cartunesco e infantil com temática de horror acaba lembrando muito os filmes como o Estranho Mundo de Jack e Coraline, infantil mas que pode causar um certo desconforto pelo ambiente com atmosfera do filme de horror. Nesse ponto, o jogo está de parabéns embora a personagem principal esteja meio irreconhecível se comparada com versão original dela.

Conceitos e reflexões

Logo no começo o jogo já apresenta arquivos relacionado a artigos que realmente existem de psicologia infantil. Casos assim podem fazer o jogador parar para pesquisar coisas fora do jogo, como o conceito do terceiro olho que é conhecido como Ajna nas crenças Hinduísta e está relacionado a capacidade intuitiva e poderes mentais como telepatia e clarividência.

Review-3rd-Eye-Reflexoes

Esses arquivos que são achados espalhados pelo mapa ajudam a compreender melhor algumas situações do jogo e até fazem o jogador refletir sobre o que eles têm escrito, como por exemplo:

“A influência que crianças recebem de seus amigos é grande, para o bem ou para o mal.”

Trilha sonora

As músicas possuem uma boa variedade de sentimentos e são muito bem usadas. Elas conseguem passar o toque sombrio e até mesmo angustiante casando muito bem com determinadas partes sempre sendo uma ótima representação do ambiente. Elas não chegam a ser muito marcantes mas fazem muito bem seu trabalho de ajudar no clima do jogo.

Conclusão

Embora eu tenho muitos elogios ao jogo ele ainda tem alguns problemas fora a falta de tradução para o português do Brasil, infelizmente tornando necessário ter um bom conhecimento de inglês para poder ter um grande proveito do jogo. A versão de PC/Steam não possui opções de resolução e volume, só sendo possível escolher se o jogo vai ser tela cheia ou janela. Enquanto o jogo carrega também não e possível ativar o painel Steam , e quando o jogo está aberto em tela cheia não se pode minimizar, para pessoas que costumam usar o chat da Steam ou minimizam o jogo para ver algo na internet, o que acaba tornando obrigado utilizar o modo janela.

Os outros problemas dele são em relação ao tempo de jogo e a sua dificuldade, é possível concluir ele em menos de 2 horas. Os quebra cabeças do jogo são bem simples e dificilmente vão deixar a pessoa presa por muito tempo em algum ponto. Por mais que algumas partes da trama lhe envolvam, ficar indo e voltando pra descobrir o que fazer vai deixar o jogador com dor de cabeça querendo resolver logo o puzzle.

Review-3rd-Eye-Conclusoes2

Mesmo sendo caro e fácil, 3rd Eye ainda é uma experiência bem legal e, se você procura um jogo para refletir ou uma experiência não tão comum, só irá precisar mesmo saber inglês, porque para entender a trama não é preciso ter conhecimento da série Touhou. Se você achou o jogo interessante mas não quer gastar muito em um jogo curto, meu conselho é esperar por uma das promoções de temporada para ver se o título fica com um bom desconto.

* Cópia para análise disponibilizada gentilmente pela Unties *

Avaliação: 6,5

Significado das notas de 1 a 10

1 – Melhor vomitar do que jogar isso
3 – Vai fazer outra coisa.
5 – Só jogue se você for MUITO fã mesmo…
6 – Jogo legal pra se divertir e se distrair.
8 – jogo bom, vale bem seu tempo e dinheiro!
9 – Jogo excelente que vai deixar uma marca em você!
10 – Agulha no palheiro! Todo gamer precisa jogar essa gema maravilhosa!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *