[Review] Infliction: Extended Cut

[Review] Infliction: Extended Cut

25/06/2020 0 Por CellyDiva
Infliction: Extended Cut
Desenvolvedora: Caustic Reality
Publicadora: Blowfish Studios
Gênero: Survivor Horror
Data de lançamento: 02 de Julho, 2020
Preço: US $ 19.99
Formato: Digital

Desenvolvido pela Caustic Reality e publicado pela Blowfish Studios, Infliction: Extended Cut é um jogo de terror e sobrevivência jump scare que tenta trazer uma experiência similar ao que vimos em 2014 com a ‘Playable Teaser’ de Silent Hill ou até mesmo dos já clássicos do gênero como Amnesia e Layers of Fear. O “Extended Cut” traz novas adições da versão original lançada no PC em 2018, como finais adicionais e um New Game Plus. Embora a Extended Cut prolongue mais sua jogatina, ainda é possível destrincha-lo com pouco mais de 3 horas – embora o tempo que passei jogando parecesse uma eternidade agoniante (no bom sentido).

Você nunca está sozinho

A história de Infliction é um tanto quanto complicada de entender, e é necessário ter um bom entendimento no inglês pois este é um fator de suma importância para progredir na campanha. No jogo você assume o controle de Gary, um homem que esta voltando para a sua casa, local onde se passará o jogo quase que todo o tempo. Chegando lá, você encontra sua residência completamente vazia, explore o lugar até chegar o momento em que descobre que Sara, sua esposa, foi brutalmente assassinada por um homem que aparentemente estaria a oferecendo em um ritual.

Você esta preso em sua casa, não há escapatória. Para piorar, o espírito de Sara esta vagando pelo local e deseja se vingar. Vasculhe os cômodos da casa para adquirir fragmentos de memórias suas e de Sara durante o jogo, descubra que Sara passava por um relacionamento abusivo e inclusive tinha uma filha com Gary – detalhes estes essenciais para entender o plot da história – embora não seja tão fácil assim. Você também passará por um looping toda vez que é atacado pelo espirito. Acorde após um ataque inoportuno e veja que sua casa sofreu diversas alterações.

Mecânicas resgatadas

Eu não posso dar muitos detalhes da história, pois a campanha é curta e qualquer coisa minimamente dita pode ser um spoiler. Mas saiba que o jogo tem a total intenção de te assustar, tanto que chega uma hora que Sara te atacando de surpresa nem causará mais um mini ataque cardíaco. No entanto, devo dizer que o ambiente escuro e silêncio é algo que de certa forma me causou aflição. Os sons de passos, latidos de cachorro, bebê chorando, tudo acontecendo do nada chega a ser pertubador.

Embora admita que me assustei bastante jogando Infliction, o toque sobrenatural dele me soa bastante clichê, nada do nunca vimos em jogos anteriores. Mas isso não quer que isso não pode ser aproveitado da melhor forma. Resolver puzzles usando a câmera fotográfica que você adquire em um ponto do jogo torna uma experiência complementar interessante. Entrar em um mundo alternativo através de um espelho ou pinturas, também foi uma maneira de diversificar.

Sobre a jogabilidade em si, você controla Gary com visão em primeira pessoa e um ponteiro no meio da tela. Interaja com objetos pela casa usando este ponteiro e colete informações e fragmentos de memórias. Gary também pode adquirir itens e se esconder, funcionalidades mais básicas possíveis mas que controlam bem.

Infliction é um bom jogo de terror?

Infliction é feito por uma desenvolvedora indie, por isso o trabalho envolvendo level design e estilo artístico devem ser avaliados pensando nisso e não como se fosse um AAA. Mas se Infliction honra com o papel de ser um bom jogo de terror e sobrevivência? Ele faz seu papel bem sim, mas satura ao longo da história. Uma hora você só irá querer saber da história e não sentirá mais tanto medo, embora há algumas surpresas no jogo.

Seus gráficos são modestos e a técnica de escuridão escode o cenário de um jogo com um orçamento menor. Mas devo dar elogios a alguns detalhes na interação; por exemplo, você pode ligar a TV da sala e assistir a um programa de culinária com pessoas rindo das péssimas piadas do chef apresentador. Só isso já ganhou um ponto comigo.

Conclusão

Infliction: Extended Cut é uma experiência comum de jogos de terror que faz seu papel dentro do gênero mas nada que empolgue tanto. A história do jogo não é explicada de forma direta, então é necessário explorar tudo e encaixar as peças para obter o contexto. Esse foi maior ponto negativo para mim, pois precisei ir atrás de algum vídeo que pudesse explicar de forma coesa.

Mesmo sendo a “Extended Cut”, mesmo o com conteúdo adicional que valha um fator replay, o preço cobrado de US $ 19,99 para uma campanha de 3-4 horas é uma chance que você só deveria dar se tivesse com um bom desconto.

Avaliação: 7.5 / 10

Chave para análise fornecida gentilmente pela Blowfish Studios

Significado das notas de 1 a 10

1 – Melhor vomitar do que jogar isso
3 – Vai fazer outra coisa.
5 – Só jogue se você for MUITO fã mesmo…
6 – Jogo legal pra se divertir e se distrair.
7 – Jogo divertido, mas não é nenhuma obra de arte.
8 – Jogo bom, vale bem seu tempo e dinheiro!
9 – Jogo excelente que vai deixar uma marca em você!
10 – Jogo obrigatório!