Presidente da Nintendo of America explica a decisão de remover certos jogos após março de 2021, diz que não será uma estratégia usada amplamente

Presidente da Nintendo of America explica a decisão de remover certos jogos após março de 2021, diz que não será uma estratégia usada amplamente

16/12/2020 0 Por Marcos

Muita discussão girou em tornou de certos jogos do Nintendo Switch com um prazo de compra até o final de março de 2021. Isso começou após celebração de 35 anos do Mario, onde jogos como Super Mario 3D All-Stars e Super Mario Bros. 35 estariam disponíveis até tal data estimada. Isso deu seguimento com a localização oficial de Fire Emblem: Shadow Dragon & the Blade of Light, que também estará disponível para compra na eShop até o final de março do ano que vem. Se estes lançamentos com validade estavam te atormantando até então, a Nintendo responde que o motivo disso tudo se resume em apenas uma palavra: celebração.

Durante uma entrevista recente para a Polygon, o presidente da Nintendo of America, Doug Bowser, explica a lógica na remoção destes jogos após certo período. Quando abordado sobre o assunto, Doug diz o seguinte:

Sim, acho que uso uma palavra simples: celebração. É apenas isso – esta é uma celebração do 35º aniversário de Mario. E queríamos comemorar de maneiras únicas e diferentes, e fizemos isso por meio de jogos como Super Mario 3D All-Stars, ou faremos isso em lançamentos futuros, como Super Mario 3D World + Bowser’s Fury.

E também o fizemos através de lançamentos como Game & Watch: Super Mario Bros. ou através de Mario Kart Live: Home Circuit. Há várias maneiras de celebrarmos os 35 anos de Mario. E com alguns desses títulos, sentimos que era uma oportunidade de lançá-los por um período limitado de tempo. Eles se saíram muito, muito bem. Super Mario 3D All-Stars vendeu mais de 2,6 milhões de unidades apenas nos EUA. E, claramente, os consumidores podem entrar e aproveitar isso. E não é uma estratégia que vamos usar amplamente, mas é uma que pensamos ser única para o aniversário real.