Digital Foundry: Análise técnica de Crash Bandicoot 4: It’s About Time para o Nintendo Switch

Digital Foundry: Análise técnica de Crash Bandicoot 4: It’s About Time para o Nintendo Switch

11/03/2021 0 Por Marcos

Quando Crash Bandicoot 4: It’s About Time foi revelado para o Nintendo Switch, ele surpreendeu pelo capricho apresentado, onde podemos até dizer estar visualmente mais agradável que as versões de PS4 e Xbox One.

O port inclusiva chamou a atenção da Digital Foundry, que teve a oportunidade de examina o jogo do ponto de vista técnico em antecipação à sua estreia nesta sexta-feira. Você pode ver como Crash Bandicoot 4 se comporta no Nintendo Switch abaixo.

  • Resolução de 720p na Dock.
  • Cerca de 540p com algumas quedas no modo portátil. As quedas parecem acontecer principalmente durante as cutscenes
  • O upsampling temporal ajuda a suavizar as bordas a cada novo quadro. Porém, isso parece estar ausente no modo portátil
  • Luzes dinâmicas deixadas para trás no Nintendo Switch
  • Detalhe de malha reduzido no Switch
  • Redução de partículas de fumaça à distância
  • Mudanças inteligentes na geometria
  • Resolução de sombra reduzida significativamente – Qualidade de renderização reduzida.
  • Qualidade de textura também emparelhada
  • Remoção de efeitos de pós-processamento, como borrão de movimento e profundidade of-field
  • Apesar das mudanças, ainda mantém a aparência visual
  • Tempos de carregamento do Switch comparáveis a outras versões
  • As diferenças nos modos dock / portátil se resumem à qualidade da imagem
  • Limitado a 30 quadros por segundo no Switch

Vídeo com a análise técnica completa de Crash Bandicoot 4: It’s About Time da Digital Foundry: