Curte jogos Musou? Conheça então os melhores títulos do gênero no Nintendo Switch

Curte jogos Musou? Conheça então os melhores títulos do gênero no Nintendo Switch

11/10/2020 0 Por CellyDiva

O Nintendo Switch atualmente conta com uma vasta biblioteca de jogos que vão desde jogos indies até grandes produções. O console híbrido também é a casa de jogos de nicho japoneses de produtoras conhecidas nesta categoria, onde você encontra uma variedade de gêneros como JRPG, visual novels, e jogos de simulação e ação tradicional ou os famosos musou/warriors.

Curiosamente, em específico o sub-gênero musou, não costumavamos ver com muita frequência nos consoles da Nintendo. Até viamos títulos sendo lançados, mas não tanto quanto víamos nos consoles da Sony e no PC – além de que quando um musou era lançado em console Nintendo, tínhamos que torcer para que saisse do Japão. Bem, se você é fã deste estilo de jogo, o Nintendo Switch atualmente oferece uma biblioteca modesta de jogos de ação musou, incluindo exclusivos baseados em IPs da Nintendo.

Está curioso para saber o que o console híbrido têm a oferecer de jogos musou? Então separamos os melhores títulos da plataforma em nossa opinião. Estamos cientes que há outros jogos além do que citamos, além também de jogos que só sairam no Japão como Dragon Quest Heroes I & II, Dynasty Warriors 8 Empires e Samurai Warriors 4 DX, mas estes ficarão de fora por não serem acessíveis.

Hyrule Warriors: Definitive Edition


Aqui temos a versão definitiva de Hyrule Warriors, título este antes lançado para o Wii U em 2014 e Nintendo 3DS em 2016. Obviamente, a versão do Nintendo Switch é baseado na de Wii U, mas que inclui todo o conteúdo de ambas as versões, leves melhorias gráficas, e conteúdos exclusivos como trajes de Link e Zelda baseado em The Legend of Zelda Breath of the Wild.
Hyrule Warriors é desenvolvido em parceria com a Koei Tecmo, e segue o estilo de sua série clássica Dynasty Warriors. Porém, Hyrule Warriors regasta diversos elementos de The Legend of Zelda como exploração e resolução de quebra-cabeças, bem como temos participação de diversos personagens conhecidos de jogos da franquia como o Skull Kid, Midna, Impa, Tingle, Darunia, e Linkle, uma personagens exclusivamente feita para Hyrule Warriors.

Hyrule Warriors: Age of Calamity


Sequência de Hyrule Warriors, mas que ao mesmo tempo funciona como uma prequel de The Legend of Zelda: Breath of the Wild, Hyrule Warriors: Age of Calamity é um musou co-desenvolvido pela Koei Tecmo com foco em história que conta em primeiro mão o que aconteceu há 100 anos atrás em Hyrule. Junte-se à luta de Link, Zelda, os quatro Campeões e o Rei de Hyrule contra o poder de Calamity Ganon na luta final pela sobrevivência.
Hyrule Warriors: Age of Calamity traz a jogabilidade tradicional de jogos musou da Koei, mas com elementos vindos direto de The Legend of Zelda Breath of the Wild, além de belíssimos visuais semelhante ao aclamado jogo da franquia The Legend of Zelda.

Fire Emblem Warriors


Outro musou feito pela Koei Tecmo baseado em uma IP da Nintendo. Fire Emblem Warriors junta personagens dos aclamados jogos Fire Emblem Awakening e Fire Emblem Fates, mas também adiciona personagens de jogos anteriores como o Marth, Tiki, Lyn, Navarre, Linde e Minerva. Embora pareça mais uma reunião com personagens de Fire Emblem, o jogo segue com uma história original com foco nos irmãos Rowan e Lianna que com ajuda dos personagens de outros jogos precisam impedir os planos de Oskar de tentar reviver o Dragão do Caos, Velezark.

Fire Emblem Warriors conta com vários elementos dos jogos modernos de Fire Emblem como o sistema de triângulo de armas onde espada vence de machado, machado vence de lança, e lança vence de espada. Ainda, você contará com progressão de nível onde cada unidade ganha um aumento em seus stats, bem como é possível a mudança de classe. As batalhas são disputadas em vários mapas onde exércitos se chocam, e você pode alternar o uso de cada unidade principal no mapa de forma instantânea. Também é possível jogar em cooperativo com um amigo.

Warriors Orochi 4 Ultimate


A série Warriros Orochi da Koei Tecmo é um crossover de Dynasty Warriors com Samurai Warriors, embos da mesma desenvolvedora. No jogo você controla três equipes que consiste em personagens dessas séries já citadas, mas cada personagem possui um tipo particularidade que é determinada pela sua habilidade: Poder, Velocidade, e Técnica.

Neste mais recente título, a novidade aqui é o conceito de magia e tesouros sagrados, que são técnicas que permitem aos personagens realizar feitos especiais para vencer os inimigos. Estes dependem de uma categoria específica que é separada do sistema de classes e são executados mantendo pressionado o botão ombro direito e pressionando os botões de ataque normal, carga ou musou, os dois últimos exigindo um medidor de magia especial, e o último também exigindo metade do medidor de musou de um jogador.

A versão “Ultimate” de Warriros Orochi 4 conta com um novo personagem jogável, Gaia, e personagens retornantes como Joan of Arc de Warriors Orochi 3. Em relação à versão original, Warriors Orochi 4 Ultimate também conta com adições como uma nova história, novos cenários paralelos, novos modos e novas ações.

Dynasty Warriors 8: Xtreme Legends Definitive Edition


(Mídia física Apenas no Japão)

Este não é um jogo relativamente novo, mas ganhou um relançamento no Nintendo Switch no ano passado. O jogo teve seu lançamento inicial em 2013 para o PS3, PS Vita, e em 2014 no PS4 e PC. Dynasty Warriors 8: Xtreme Legends Definitive Edition
segue como o mais puro e tradicional musou da Koei Tecmo disponível no Nintendo Switch, já que estamos falando de um título da franquia que originou este gênero.
A série Dynasty Warriors em si é baseada no romance histórico chinês do século XIV, Romance of the Three Kingdoms, que também tem uma série de adaptações em jogos de estratégia pela própria Koei Tecmo, sendo Dynasty Warriors uma versão de jogos de ação. Enquanto os fãs esperam pela chegada de Dynasty Warriors 9 Empires, que tal dar uma olhada neste título antes?

One Piece: Pirate Warriors 4


Embora seja publicado pela Bandai Namco, One Piece: Pirate Warriors 4 é mais um fruto dos estúdios da Koei Tecmo. A série Pirate Warriors iniciou-se sua em 2012 no PlayStation 3 onde conta com lançamentos até o mais recente Pirate Warriors 4, cada um se passando em uma fase da obra de Eichiro Oda.
Enquanto One Piece: Pirate Warriors 3 possuia todos os arcos grandes do anime até então, One Piece: Pirate Warriors 4, tem seus acontecimentos em arcos chave como Alabasta, Enies Lobby e Marineford no pré-timeskip. Enquanto a outra metade do jogo se foca nos arcos mais recentes do Novo Mundo como dressrosa, que recebeu uma historia original no antecessor e agora esta fiel ao original, seguindo pelos arcos Whole Cake Island e Wano Country que conta com uma historia original.

One Piece: Pirate Warriors 4 possui algumas mudanças nas mecânicas de gameplay, como a possibilidade de ter até quatro ataques especiais que cada personagem carregam individualmente, incluindo transformações. Os mapas são melhor divididos em relação ao One Piece:Pirate Warriors 3, que fazia cada mapa ser uma saga.

Fate/Extella Link


Embora não tenha qualquer relação com a Koei Tecmo e seja categorizado como um “jogo de ação em alta velocidade”, a série Fate/Extella, da Marvelous, segue os mesmos padrões que vimos em um jogo musou. Os jogos Fate/ Extella: The Umbral Star e Fate/ Extella Link se passam no mesmo universo do RPG Dungeon Crawler de PSP Fate Extra, que ao mesmo tempo serve de história alternativa para Fate/ Stay Night.
Em ambos os jogos, o jogador assume o papel de um “mestre”, que trabalha em conjunto com Espiritos Heroicos conhecidos como servos, que lutam contra um grande número de inimigos na tela e tem que explorar areas do mapa semelhantes aos jogos Dynasty Warriors da Koei. No entanto, Fate/ Extella se destaca com mecânicas únicas como a “mudança de forma”, onde você fortalece seus servos alterando armas e mudando a aparência. Assim como nos jogos musou, você terá uma gama de servos jogáveis como Nero Claudios da classe Saber, Francis Drake da classe Rider, Tamamo no Mae da classe Caster, Nameless da classe Archer, Li Shuwen da classe Assassin, e muitos outros. Destacamos Fate/ Extella Link pois é uma sequência aprimorada de The Umbral Star, mas se é um fã de Fate/ e jogos musou, nada impede de você experimentar seu antecessor.