[Review] Replica

[Review] Replica

15/11/2020 0 Por Thomas Mertens

Desenvolvedora: SOMI
Publisher: PLAYISM
Data de lançamento: 07 de novembro2020
Preço: USD$ 4,99
Formato: Digital

Replica é um jogo de investigação e mistério. Seu objetivo aqui é investigar o celular de um suposto terrorista, em troca da sua própria liberdade.

Narrativa

Tudo começa logo após um atentado terrorista. Uma agência de segurança chamada “Homeland Security” trabalha junto do estado, criando um sistema ditatorial, controlando informações desde livros a uso de aplicativos de celular.
Você controla Tom, um jovem capturado pela Homeland, que para provar sua inocência, deve se provar fiel e ajudar a provar a culpa de outro jovem Dickie, a partir do seu telefone. Acessando suas redes sociais, mensagens e se comunicando com uma figura desconhecida que te dá ordens.

Tudo parece muito estranho, quanto mais você descobre sobre a vida do rapaz, e sobre a empresa, mais e mais tudo parece pender para certas conclusões.

O jogo é curto, mas consta com diversos finais alternativos e alguns easter eggs espalhados, que tanto desbloqueiam conquistas, como outras ramificações da história.

Jogabilidade

Como disse, Tom tenta desvendar o celular de Dickie, então, todo o gameplay de Replica é controlar um telefone celular (sim, o touch do switch funciona aqui, mas você pode sim usar os direcionais e botões caso prefira). Acessar um aplicativo clicando nele, entrar na loja, abrir mensagens e enviar informações para a Homeland Security. É bem um simulador de celular mesmo.

Mas é comum ficar preso em algum ponto, tentando imaginar como diabos conseguir al informação. Algumas sacadas são bem legais, é estimulante e desafiador. Ah, o jogo está disponível em português também, localizado. Termos como “blz” existem no jogo. Muito bem adaptado.

Musica e gráficos

Replica é um jogo simples, então temos a penas uma trila sonora meio soturna, e alguns efeitos sonoros de celular (chamada, mensagem etc). É só o que o jogo precisa, não há porque complicar e inventar moda.

Os gráficos também são o que precisam ser. É basicamente um jogo de texto, então os recursos gráficos pixelados são suficientes. Só é udo meio.. pequeno. Falarei disso a seguir.

Conclusões

Como um jogo de investigação, desafio e mistério, Replica faz um ótimo trabalho. A história progride de forma fluída, os vários finais são coesos e acessíveis de forma lógica.
Um feature muito legal é que ao atingir um desses finais, o jogo já te dá a opção de retornar para o ponto anterior dele, e seguir outro caminho, sem precisar repetir tudo.
Ele também é desafiador o bastante para te motivar a descobrir mais sem ter soluções malucas que você nunca iria imaginar.

Algo incômodo é usar na horizontal. O switch é um console horizontal, e não é exatamente alto, então se aproveitar do touch é difícil, e muitas vezes é mais fácil só usar os analógicos mesmo. Pode ser frustrante as vezes, mas dá pra aguentar. Ele é definitivamente um jogo de celular, e não de console.

Agora dar uma nota é um tanto complicado pela questão de custo benefício.
Com certeza o jogo vale a pena de ser jogado. Mas ele vale a pena NO SWITCH?
No momento ele não está disponível na loja brasileira, portanto, pagaríamos os 5 dólares convertidos, que deve oscilar entre 25 e 30 reais.
Mas como dinheiro não se traduz, vou destacar minha opinião:
se você ganha em dólar, mora nos estados unidos, e de fato pra você 5 dólares são só 5 unidades monetárias, vale a pena sim, o tempo investido e divertimento compensam.
Se você vai pagar o valor convertido, então não, não vale. 30 reais infelizmente é um tanto caro para um jogo curto e com a dificuldade de jogar horizontal. Claro que é divertido, mas ele funciona melhor em outra plataformas, especialmente o próprio celular.

Análise feita com cópia fornecida gentilmente pela Playism

Avaliação: 7,4 / 10

1 – Melhor vomitar do que jogar isso.
2 – Só se você quiser muito mesmo testar o jogo.
3 – Vai fazer outra coisa.
4 – Dá pra jogar no banheiro ou esperando o dentista.
5 – Só jogue se você for MUITO fã mesmo…
6 – Jogo legal pra se divertir e se distrair.
7 – Jogo divertido, mas não é nenhuma obra de arte.
8 – Jogo bom, vale bem seu tempo e dinheiro!
9 – Jogo excelente que vai deixar uma marca em você!
10 – Jogo obrigatório!