[Review] Subdivision Infinity DX

Desenvolvedora: Mistfly Games
Publicadora: Blowfish Studios
Gênero: Ação, Aventura, Simulação
Data de lançamento: 08 de agosto, 2019
Preço na eShop: US $ 14,99
Formato: Digital

Switch_SubdivisionInfinityDX_01

Desenvolvido pela Mistfly Games e publicado pela Blowfish Studios, Subdivision Infinity DX é um jogo em que você controla uma nave pelo espaço enquanto cumpre diversas missões e batalha contra seus inimigos. De início, achei a proposta do jogo um tanto parecida com a de War Tech Fighters, outro jogo publicado pela Blowfish Studios. Conforme descrevi na análise anterior, “Assim que comecei a jogar, a primeira impressão que tive é que a jogabilidade parecia com a de fases como a “Sector Z”, em Star Fox 64, que são fases que você pega a nave de Fox e fica com a câmera livre num ambiente (espaço) enquanto deve voar e encontrar seus inimigos para abater.”

Entretanto, Subdivision Infinity DX vai além disso. Além do combate, o jogo propõe que você explore o ambiente, os satélites e asteróides a fim de achar seus objetivos enquanto luta contra naves e drones inimigos que tentam lhe atrapalhar.

Switch_SubdivisionInfinityDX_02

A Jogabilidade

A primeira missão do jogo basicamente irá ensinar você a controlar sua nave. Com o botão ZL você avança, enquanto que com o controle esquerdo você comanda para qual direção a nave irá e ainda, apertando o mesmo, você irá acelerar seu movimento enquanto durar a barra de boost disponível no canto superior direito da tela. Com a “cruzinha” do contorle, apertando tanto para a direita quanto para a esquerda você gira a posição da nave. Do outro lado do Pro Controller, ou com o Joy-Con direito, ao apertar ZR você irá utilizar o tiro comum, e com o botão R irá utilizar o míssil, que é finito, mas pode ser recarregado encontrando itens deixados pelos inimigos abatidos. Com o botão Y você recarrega sua munição sem precisar descarregar todo o estoque, economizando assim tempo para ficar sempre com seu total de munições, já que é um pouquinho demorado para a recarga.

O jogo possui alguns elementos de RPG, o que me fizeram gostar MUITO! Quando você passa da uma fase você acumula experiência, que causam o aumento no seu nível, destravando a opção de compra de novas naves, possibilitando a compra de novas armas e melhorando seus estatus. Passando de fase você também acumulará dinheiro, que poderá ser utilizado para comprar novas naves, armas, melhorar suas armas e evoluir suas naves. E ainda, cada fase lhe recompensa com alguns itens, uns raros, outros nem tantos, e esses itens serão necessários para a evolução e/ou construção das suas naves e melhorias das suas armas.

Switch_SubdivisionInfinityDX_04

Você poderá equipar até duas armas principais simultâneas e uma secundária (a que é ativada com o botão R). No slot de arma secundária você também poderá utilizar um equipamento utilizado para a mineração nas fases de exploração. Sim! Cada um dos “capítulos” do jogo tem duas fases de exploração, em que terão diversos asteróides para serem destruídos a fim de coletar materiais, enquanto você luta contra inimigos que vem lhe atrapalhar. Esses materiais podem ser carregados na sua nave, mas a nave tem um estoque máximo, que varia de acordo com o tipo de nave que você utiliza.

O jogo é de nave e se passa no espaço, mas apesar de cada fase se passar num ambiente aberto, há sempre setas na tela indicando em qual direção estão seus inimigos, itens, e para onde você deve se dirigir em seguida para prosseguir o jogo, de modo que você não ficará perdido.

Logo de início você pode achar o jogo um tanto difícil, mas com o tempo irá aprendendo os segredos e estratégias para cada missão, e o gameplay se tornará muito divertido. E não dê mole como eu, que só foi perceber que podia evoluir a nave e equipar/melhorar as armas após 5 missões! Antes disso eu sofri para passar do primeiro boss!

Switch_SubdivisionInfinityDX_05

Os gráficos

O jogo é todo em 3D e foi desenvolvido em Unreal Engine. Esse é um ponto importante e interessante para ser tocado. Geralmente vemos jogos de desenvolvedoras até grandes, feitas em Unreal Engine, que tem o carregamento lento e/ou a resolução muito baixa no Nintendo Switch, por vezes apresentando problemas como lentidão no carregamento das texturas.

Em Subdivision Infinity DX eu tenho que tirar o chapéu para a Mistfly Games, pois o jogo tem o carregamento super rápido, praticamente não há lentidão no carregamento das texturas, a resolução em modo portátil parece ser nativa do Switch, 720p, enquanto em modo dock também parece ter ficado em 720p para objetos renderizados, enquanto a interface de usuário parece ser 1080p. O jogo possui um excelente desempenho e não senti nenhum engasgo no frame rate. Realmente a desenvolvedora soube trabalhar nesta engine e fazer um jogo muito bem otimizado para o Nintendo Switch.

Falando especificamente sobre a arte do jogo, como o mesmo se passa no espaço, você verá muitos asteroides e satélites num campo aberto, então não há muito o que comentar nesse quesito, mas devo dizer que cada missão possui um espaço enorme para ser explorado e todo o cenário parece estar totalmente renderizado durante a jogatina, de modo que não percebi nenhum pop up, outro ponto para a desenvolvedora.

Outro ponto que tenho muito a elogiar, e que foi a primeira coisa que reparei logo que iniciei o jogo, são os menus do mesmo. Se em War Tech Fighters os menus foram algo extremamente criticados por mim, neste jogo, apesar de ter sido feito por outra desenvolvedora, a impressão que deu foi que fizeram exatamente o que eu sugeri que podia ser feito: Há um hangar todo em 3D renderizando mostrando a sua nave e você pode rotacioná-la para visualizar, mas quando irá navegar nos menus propriamente, todos eles são estáticos, muito bem organizados, apenas com imagens das naves/armas/itens/materiais, sem nenhuma bagunça na tela, tornando a navegação fácil e intuitiva.

Switch_SubdivisionInfinityDX_03

A trilha sonora

O título possui uma trilha sonora num estilo meio “eletrônico”, que combina com a proposta do jogo, mas não chega a ser algo memorável, que você vá querer ouvir durante o caminho para o trabalho/estudo em seu celular. Não chega a ser um ponto negativo, mas também não é nada extraordinário.

Switch_SubdivisionInfinityDX_05

Conclusão

Subdivision Infinity DX é um jogo que irá fazer com que você sempre queria jogar “só mais uma vez”, e quando vai perceber, já passou horas na frente da televisão ou do portátil. É uma aventura super divertida e os elementos de RPG dão um tempero a mais ao jogo, fazendo com que você queria rejogar as missões normais e de exploração para coletar materiais, ganhar dinheiro e experiência. 

Minhas duas únicas reclamações são, primeiro, que em alguns momentos do jogo você precisará escanear alguns objetos para coletar informações, e este é um processo bastante demorado, sendo que poderia acontecer um pouco mais rápido (no terceiro capítulo há uma missão em que você tem que escanear 8 objetos, cada um tão demorado quanto o outro, e se você morrer, irá recomeçar do início da fase, tendo que passar por todo o processo novamente).

A segunda reclamação é referente ao dinheiro e experiência adquirido ao jogar uma fase após já te-la concluída, pois é um número muito baixo (por exemplo: você recebe apenas 200 pontos de experiência, sendo que precisa de 8 mil pontos para passar de level).

Tirando essas duas reclamações, só tenho elogios ao jogo, que me proporcionou muita diversão! É um jogo recomendadíssimo para quem gosta de fazer “grind” em jogos de RPG e afins, e para quem curte um jogo de missões rápidas que podem ser jogadas durante uma espera numa fila. Mas cuidado, pois Subdivision Infinity DX é viciante e você provavelmente não ficará apenas em uma sessão de 10-15 minutos!

Avaliação: 9 

Jogo avaliado no Nintendo Switch com o código fornecido gentilmente pela Blowfish Studios

1 – Melhor vomitar do que jogar isso
3 – Vai fazer outra coisa.
5 – Só jogue se você for MUITO fã mesmo…
6 – Jogo legal pra se distrair.
8 – jogo bom, vale bem seu tempo e dinheiro!
9 – Jogo excelente que vai deixar uma marca em você!
10- Agulha no palheiro! Todo gamer precisa jogar essa gema maravilhosa!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *