[Review] RPG Maker MV

[Review] RPG Maker MV

07/09/2020 0 Por CellyDiva

Desenvolvedora: Kadokawa Games
Publicadora: NIS America
Gênero: RPG, Simulação
Data de lançamento: 08 de setembro, 2020
Preço: US$ 49,99
Formato: Físico, Digital


O Nintendo Switch finalmente está esta recebendo a sua versão ocidental de RPG Maker MV, que teve seu lançamento original no Japão em 2018. Dispensando longas introduções, aqui não é nada mais que um simulador de software de criação de jogos similar ao RPG Maker Fes do Nintendo 3DS, que ao em vez de te oferecer ferramentas essenciais para se criar um software de RPG japonês estilo retrô sério, vimos mais algo como um Super Mario Maker onde temos em mãos objetos pré-estabelecidos para você “brincar” de desenvolver jogos de RPG. Bem, isso não é algo ruim se pensar que uma pessoa como eu, que nunca experimentou quaisquer tipo RPG Maker no mercado, poça se divertir criando cenários básicos, eventos scriptados e batalhas aos moldes clássicos de RPG. Nesta análise, irei falar um pouco de minha primeira vez jogando um RPG Maker com RPG Maker MV do Nintendo Switch, e como foi ter a primeira experiência jogando com um simulador de criar jogos de um gênero específico mas que se tornou algo bastante popular nas últimas décadas.

Aprenda o básico sobre a criação de um RPG clássico

Apesar de nunca ter jogado algum RPG Maker, já tinha visto inúmeros vídeos de entusiastas utilizando principalmente a versão para Steam de RPG Maker MV, que já esta alguns anos no mercado. Minha primeira impressão com a versão do Nintendo Switch é como ele é mais “amigável” por assim dizer, pelo fato de que o port não foi feito com a intenção de atingir pessoas que desenvolvem de verdade jogos neste tipo de ferramenta. Bem, como eu disse sobre a versão do 3DS no parágrafo acima, aqui temos algo mais como um Super Mario Maker onde você passa por um tutorial intuitivo e com inglês básico ensinando os recursos e depois parte para a prática. No começo é difícil saber o que se tem em mente para criar, mas comece customizando personagens, ou modelando um World Map para ficar mais familiarizado com os controles e funcionalidades. Se esta for a sua primeira vez acredito que esquentar a cabeça pensando em algo ao invés de simplesmente fuçar as coisas e descobrir o que há para fazer, pode prejudicar sua experiência no qual acabará ficando entediado e sem progressão no projeto.

Controles bem adaptados e touchscreen funcional

Dizem que pelo PC é mais prático pelo uso do teclado e mouse, mas sinceramente não achei tão ruim mexer com um controle tradicional. A versão do Nintendo Switch ainda permite que você use o touchscreen, o que torna a experiência portátil mais atrativa e intuitiva do quer segurar um controle. Eu alternei entre as duas formas de se jogar no Nintendo Switch e digo que jogá-lo em modo portátil é uma experiência diferente, cômoda, e mais prática. A única resolva aqui sobre o modo portátil é que a barra de objetos não pode ser expandida, assim dificultando o uso do touch nas opções de objetos para seleciona-los, ainda mais se seus dedos foram grandes. Neste caso, recomendo jogar na TV. Agora, se mesmo ambos os modos não lhe agrada, o Nintendo Switch tem suporte ao teclado e mouse, então é espelhar um pouco de como é mexer com o software no PC – embora não tenha certeza se ele funciona nativamente neste jogo (não testei).

Crie seu próprio jogo com objetos pré-estabelecidos

Sobre as ferramentas e as opções que RPG Maker MV oferece nos consoles, fuçando bastante percebi o quão limitado é para você incorporar certos elementos no jogo. Por exemplo, ao criar um personagem, você tem opções de penteados, roupas e paleta de cores limitadas, e sabemos que customização é algo suma importância para dar vida ao protagonista e aqueles que estarão frequentemente envolta dele. Como tudo nele já vem pronto e você só precisa organizar de maneira que se sinta satisfeito, pense nisso mais como uma forma de aprendizado ou algo que possa atiçar sua curiosidade. É possível criar cenários desde fantasiosos estilo Dragon Quest clássicos ou estilo Dark-Fantasy, e retrô futuristas, tudo isso respeitando o estilo 16 bits visto de cima como era nos anos 90. A batalha segue ao estilo dungeon crawling onde você só tem a visão em primeira pessoa e só vê o monstro e efeitos de magias usadas pelos membros da sua party, similar aos jogos clássicos de Shin Megami Tensei ou o próprio Dragon Quest.

Algumas ressalvas

Embora tenha sido minha primeira vez, não demorou muito para eu fazer as coisas tomarem formas, consegui incluisive dar voz aos meus personagens através de frases pré-feitas e criar scripts para alguns NPC’s. No entanto, como iniciante penso que seria ainda mais fácil se tivessemos algum tipo de amostra, tipo um mundo feito em forma de exemplo para podermos ter uma ideia melhor de até onde conseguimos chegar fazendo um jogo neste software de criação. Ou seja, você terá que virar ou ver algum projeto na internet para ter uma certa noção. Outra coisa que me incomodou foram bugs e demora para transacionar uma camada à outra. As vezes ocorriam até demora no carregamento na hora de mudar de cenário ou para carregar os itens de criação.

Conclusão

RPG Maker MV para o Nintendo Switch almeja aqueles que querem dar o primeiro passo em ferramentas de criação de jogos fornecendo recursos básicos e simples que não dão dor de cabeça e é divertido de explorar. Como parte desse público alvo, senti que o jogo desempenhou bem seu papel e decidir se quero experimentar ao mais complexo do que me foi apresentado só irá depender de mim mesmo. No entanto, acredito que o mesmo afasta aqueles que já mexem com RPG Maker há bastante tempo e vendo o que ele oferece até entendo que não é um bom atrativo para os mais “hardcore”. O jogo é tão amigável quanto a versão de Nintendo 3DS em questão de simplicidade, o que não é ruim. Se você só quer brincar de criar um RPG ao estilo clássico, bem básico para compartilhar com seus amigos pela internet ou se exibir quando tiver visitas, RPG Maker MV para o Nintendo Switch é exelente. Embora haja ressalvas em relação ao seu desempenho e alguns bugs, admito que RPG Maker MV me proporcionou uma boa experiência.

Avaliação: 8 / 10

Jogo avaliado por cópia gentilmente fornecida pela NIS America.

1 – Melhor vomitar do que jogar isso.
2 – Só se você quiser muito mesmo testar o jogo.
3 – Vai fazer outra coisa.
4 – Dá pra jogar no banheiro ou esperando o dentista.
5 – Só jogue se você for MUITO fã mesmo…
6 – Jogo legal pra se divertir e se distrair.
7 – Jogo divertido, mas não é nenhuma obra de arte.
8 – Jogo bom, vale bem seu tempo e dinheiro!
9 – Jogo excelente que vai deixar uma marca em você!
10 – Jogo obrigatório!