[Review] Masquerada: Songs and Shadows

Desenvolvedora: Witching Hour Studios
Publicadora: Ysbryd Games
Gênero: RPG, Estratégia
Data de lançamento: 09 de maio, 2019
Preço na eShop: US $ 19,99
Formato: Digital

Masquerada: Songs and Shadows é um RPG desenvolvido pela Witching Hour Studios e publicado pela Ysbryd Games. Logo na tela de título, você já irá notar fortes influências de ópera, que acredito seguir este estilo para combinar com os guerreiros mascarados do jogo, cujas máscaras lembram máscaras de ópera (durante o jogo eu não pude deixar de lembrar do clássico “O Fantasma da Ópera”). Masquerada tem em sua história uma das partes mais importantes do jogo, então não irei falar sobre ela para não dar spoilers.

Masquerada_SS1 (1)

O Gameplay

Como já disse, Masquerada é um RPG. Sua visão é isométrica (vista de cima com os cenários na diagonal). Seu ponto forte é o combate, que me pareceu uma versão simplificada do sistema de combate de Xenoblade Chronicles 2. Explico: o personagem irá desferir golpes simples automaticamente durante a batalha, e você poderá posicioná-lo como quiser em campo. Enquanto isso, há quatro tipos de ataques diferentes, cada um atrelado a um botão do controle (A, B, X, Y). Ao utilizar um desses ataques especiais, você deverá esperar um momento para que o mesmo seja recarregado, a fim de poder utiliza-lo novamente.

Apesar de ser um RPG, ao invés de possuir um clássico sistema de níveis e experiência, o jogador ganhará pontos de skills ao derrotar seus inimigos. Esses pontos poderão ser utilizado em um sistema de habilidades que irá destravar novas habilidades (passivas, de ataque, etc) e também fortificá-las. A cada melhoria em uma habilidade, mais pontos deverão ser gastos.

Masquerada não possui grinding (ficar batalhando para ganhar experiência e melhorar seus personagens, juntar dinheiro, etc), o que eu considero um ponto negativo. Isso porque sempre que é derrotado em uma batalha, você simplesmente será mandado até o ponto de carregamento anterior e deverá tentar novamente, até vencer. Também não há como repetir batalhas, tornando o jogo bastante linear.

Ainda sim, Masquerada possui dezenas de colecionáveis, que consistem em informações sobre os personagens, a história, etc. Você poderá adquirir esses colecionáveis explorando o mapa e encontrando uma luz roxa, onde deverá apertar o botão “A” para coletar. Falando na luz roxa, há ainda duas outras cores de luz. A luz amarela, que indica um evento, e a luz verde, que indica onde você deverá ir para trocar de cenário, que pode ser encontrada seguindo o indicador no canto da tela.

Masquerada_SS5 (1)

Falando sobre personagens, há diversos personagens que irão passar pelo seu grupo, geralmente composto por três deles (tirando o protagonista, os personagens vão mudando conforme a história), e cada um possui habilidades diferentes, e formas diferentes de lutar. Em batalha, enquanto você controla um personagem, os outros dois seguem atacando automaticamente seguindo a estratégia imposta pelo jogador (ser mais agressivo, mais cuidadoso, etc).

Os Visuais

Masquerada possui belos visuais 2D, enquanto os personagens são renderizados em 3D. Devo destacar jogo é todo muito colorido e atraente. Quando está acontecendo um diálogo, ao invés de não aparecer nada, ou uma simples foto do personagem, aparece ele em 3D dentro do quadro falando. Sim, falando, porque o jogo é completamente dublado (em inglês), enquanto a legenda aparece ao lado. Infelizmente, o tamanho das letras é pequeno, fazendo com que seja um tanto difícil ler de longe na televisão, e eu me peguei várias vezes acompanhando o áudio em inglês, ao invés de ler. Acredito que o tamanho das letras poderia ser um pouco maior.

Masquerada_SS3 (1)

Quando há uma cutscene, ao invés da mesma ser feita com os personagens no mapa, ou em vídeo, são mostradas cenas em quadrinhos ilustrando a ação. Isto me lembrou o clássico RPG de Mega Drive, Phantasy Star IV que utilizava o mesmo estilo, e foi algo que achei que deu um charme a mais ao jogo.

Masquerada_SS4

O Áudio

Como disse no início, Masquerada possui uma trilha sonora que lembra bastante músicas de ópera, e em boa parte do jogo as músicas são bastante melancólicas, o que acabou combinando com o clima do jogo. Enquanto não são músicas que eu iria ouvir depois sem estar jogando, também não são músicas ruins ou estressantes.

Conclusão

Masquerada: Songs and Shadows é um RPG focado em narrativa, com um sistema de combate interessante, mas que peca por não ter grinding, o que iria acrescentar bastante ao gameplay, que acaba se tornando bastante linear e não incentiva o fator replay. A história também acaba sendo um pouco afetada pela tom melancólico do jogo, o que pode ser algo ruim para uns, ou passar despercebido para outros. Ainda sim, se você gosta de RPG e uma boa trama, vale a pena conferir quando este estiver em promoção.

Prós Contras
Belos visuais Jogo muito linear
Jogo todo dublado Falta de grinding
Mecânica de batalha  
Colecionáveis  

Avaliação: 6

*Jogo avaliado no Nintendo Switch com o código fornecido gentilmente pela Ysbryd Games*

1 – Melhor vomitar do que jogar isso
3 – Vai fazer outra coisa.
5 – Só joguei se você for MUITO fã mesmo…
6 – Jogo legal pra se distrair.
8 – jogo bom, vale bem seu tempo e dinheiro!
9 – Jogo excelente que vai deixar uma marca em você!
10- Agulha no palheiro! Todo gamer precisa jogar essa gema maravilhosa!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *